Santo Domingo

Os dias em Santo Domingo foram tranquilos e de relax aproveitando os últimos 3 dias de férias,IMG_9122

Santo Domingo é uma cidade gigante, mas com uma zona Colonial muito bonita e que vale a pena visitar.

As ruas mantêm a beleza do passado e vale a pena ver a Catedral, a muralha de Ozama, o panteão Nacional (que tem a vantagem de ser gratuito); e depois aproveitar para nos perdermos nos restaurante e bares desta zona que difícil é escolher o melhor; há para todos os gostos: crioulos, mexicanos; espanhóis, os meus favoritos são:

IMG_9133

Pura Tasca – com vistas para a casa de Colón tem uma esplanada maravilhosa e aqui come-se comida espanhola, as sangrias não se pode perder, pois tem mais de 10 tipos, a sangria de maracujá era algo magnífico

El conuco  – já mais fora da zona colonial é um restaurante que merece o desvio a decoração é excelente e a comida é típica da república dominicanaIMG_9082

IMG_9088– Falafell – um típico turco, mas com uma esplanada que só por isso vale uma visita, as margaritas e a comida é também muito boa e o serviço de excelência

Os bares são também algo a não perder, claro que ninguém se safa de ouvir bachata e merengue e é muito difícil sair daqui, os meus preferidos foram:

IMG_9060Bio – decoração moderna e bom ambiente

– Onno – muito bonito e aqui já se ouve mais que bachata e merengue

– Maquiavelo – aqui o ambiente é muito bom ao ritmo de bachata e merengue

Assim nesta capital passam-se muito bem 2 dias, a capital é bastante segurança, mas claro tem que se ter os

típicos cuidados que se deve que ter numa cidade grande

IMG_9098

De Jarabacoa a Santo Domingo

IMG_4401Hoje acordamos bem cedo para ir andar a cavalo até ao Salto de Jimenoa, a ressaca era forte e eu nem queria acreditar que teria que me meter num cavalo por 3 horas, mas tínhamos que ir em frente.IMG_4412

Lá montamos nos cavalos e o ritmo começou acelerado desde que saímos com um trote forte … impossível eu aguentar a minha cabeça durante 3 horas em trote, claro que de trote passamos a galope e eu confesso que queria morrer.

IMG_4476Lá fomos por hora e meia até chegarmos ao salto de jimenoa, uma forte queda de água que depois de 1 hora e meia a cavalo para vê-la ainda temos que enfrentar umas pontes que desafiam a gravidade.

A volta não sei se porque me habituei ou não foi mais rápida e mais simples.IMG_4449

Ao fim de 3 horas nem sentia as minhas perninhas … imagino que o cavalo estaria pior.

Fizemos a mala e fizemo-nos à estrada para Santo Domingo que hoje vamos jantar com os recém casados já chegados de lua de mel.

A estrada até Santo domingo é uma boa auto-estrada, mas sem regras ultrapassa-se por onde der, há pessoas a atravessar a auto-estrada, de repente há sinais, pode haver um mega buraco, uma selvajaria …

Chegamos a Santo Domingo, mas antes tivemos que ir ver a zona das Cabañas, mas vou deixar um post só para este tema.

Fomos para o hotel – Villa Colonial – http://www.villacolonial.net/ – um hotel colonial dos anos 20 muito bem decorado, lindo mesmo.

A correr despachamos e fomos jantar ao  Pat’ePalo – http://www.patepalo.com/ um maravilhoso restaurante na zona colonial, com uma carne magnifica e um ambiente fantástico.

IMG_4432

 

Jarabacoa – rafting

Jarabacoa é conhecida pelo rafting e as actividades radicais e hoje é o que vamos fazer – Rafting

Começamos por ver um video do mais absurdo de manobras de segurança e depois equipamo-nos para entrar numa camioneta que nos leva à entrada do rio.

Ficamos com o guia Wilson que confesso que foi o meu pesadelo, era o tipico engraçadinho que está ali para se divertir  com a cara do alheio, e claro as mulheres são seres fracos e sem perfil para rafting.

Começa por virar o barco de propósito o que deixa irada irada.. qual a necessitada de andar por baixo de àgua Às voltas debaixo de um barco … na minha opinião zero, na dele deve ter uma graça gigante.

E depois todos os rapidos tinhamos que ir para dentro do barco, havia alguns que ainda se entendia, mas outras não percebo.

A americana que ia connosco começa a irar-se mas o gajo está na sua e não há nada que o demova de ser atrasado mental.

O rio do rafting era bem potente e a adrelina era forte nas descidas, mas este gajo tirou todo o divertimento.

Estava lá para ele se divertir e não os outros que por um pequeno detalhe são os que estão a pagar por isso.

No final ainda queriam gorjeta .. a sério não se tocam?

IMG_8933À noite fomos jantar ao De Parrillada  um restaurante escolhido pelo meu marido, mas que restaurante, de longe o melhor de toda a república dominicana, comemos uma grelhada mista e a carne tinha uma qualidade surpreendente, os acompanhamentos também e terminamos com uma sugestão margarita de maracujá … uhmmm que delicia, ficamos na conversa com o dono pela noite dentro um dominicano fantástico e a beber margaritas de maracujá …

Viemos por instinto para o hotel, recomendo vivamente este restaurante.

A caminho de Jarabacoa

Bem já que o tempo na praia não melhora, nada melhor que ir para as montanhas onde deve chover ainda mais.IMG_8901

Assim abandonamos hoje a nossa amada zona de Samaná para nos dirigirmos para o interior da República Dominicana –  Jarabacoa não sem antes voltarmos ao El Cabito para um fantástico pequeno almoço.

Apesar de serem 214km leva-nos quase 6 horas a chegar a Jarabacoa pois desde lombas a crateras gigantes nas estradas há de tudo, além que os dominicanos são como loucos a conduzir e todo o cuidado é pouco; conseguimos em 10 minutos de estrada conseguir chegar ao 100 KM hora o que foi um grande feito.

IMG_8898Pelo meio tivemos que comer num restaurante de estrada algo miséravel que nos custou almoçar os 2 – 4€ , mas era ração de combate quase.

IMG_8904O caminho é muito bonito e chegamos a uma zona de plena floresta; ficamos a dormir no Rancho Baiguate, um rancho próprio para actividades na zona.

Chegamos e marcamos já o rafting para amanhã que com a chuvada que está a acontecer das 19 horas até agora que são 23 horas, deve estar um rio bem cheinho e devemos ir congelar os ossos, mas há que fazer.

13O rancho é comporto por mini chalets e claro não nos livramos de uma pulseira para jantar, malditas pulseiras que tanto detesto, como me tentei manter longe delas e acabo com uma num rancho.

O verde à volta é fantástico e um rio passa mesmo junto do rancho, há poneis soltos e um espaço fantástico a toda a volta.IMG_8907

Tempo para nos prepararmos para o dia radical de amanhã

Las galeras – playa Rincón

Hoje o dia começa feio muito feio .. mesmo assim resolvemos arriscar e ir a praia rincón um paraiso segundo os locais.

Mas antes fomos tomar um fantástico pequeno almoço à Casa porque nó muito recomendável um verdadeiro banquete de pequeno almoço.

O jardim onde se toma o pequeno almoço é maravilhoso cheio de fantasticas estátuas.

O caminho é feito por uma estrada de cabras, ou melhor dizendo de vacas que lhes custa afastar para o carro passar,

Quando finalmente chegamos à praia a desilusão é total quilos de algas e um mar que parece a boca do inferno, onde está o paraiso tão falado?

O Tomás resolve avançar por uma estrada de terra e és que no final da estrada está uma praia maravilhosa que mesmo com o tempo encoberto está azul turquesa.

Ficamos por aqui e como não está muito sol fomos fazer uma maravilhosa massagem e que massagem !!!

Saimos já tarde da praia e a correr porque hoje queremos ir jantar ao conhecido restaurante “el cabito” onde o pôr do sol é maravilhoso  – http://elcabito.net/category/restaurant/

El cabitoMais um caminho de cabras … e chegamos ao El Cabito que é restaurante maravilhoso num alto de um rochedo com umas vistas fantásticas sobre las Galeras .Mais um caminho de cabras … e chegamos ao cabito que é restaurante maravilhoso num alto de um rochedo com umas vistas fantásticas sobre las Galeras .

Prepararam-nos uma mesa romantica maravilhosa e todo o serviço foi perfeito; a comida e o vinho também uma maravilha; passamos aqui uma noite divinal como as fotos podem mostras, apesar da chuva foi uma boa despedida da praia,

 

Las Galeras em Cayo Levantado

IMG_4307Hoje o nosso destino é Cayo levantado ou também conhecido como Isla bacardi, mas antes vamos ver as baleias.

O nosso host tudo faz para encontrar as baleias, mas como em todas situações que metem animais não as vimos claro mesmo depois de 2 horas à procura. É sempre assim no parque dos pumas não se vê pumas, na reserva das baleias elas resolvem ir dar uma volta a outro sítio.IMG_4311

Cansada de animais que não colaboram …

Bem fomos para Cayo Levantado ou também conhecida como a Ilha Bacardi é uma ilha linda realmente saida dum anuncio da Bacardi.

IMG_4318Passamos ai o dia, onde tudo existe: mascaras de mergulho para alugar; espreguiçadeiras, massagens … e claro um fantástico peixinho acabado de apanhar e umas piñas coladas e uns coco locos muito bons.

Passamos um dia maravilhoso ai, fantástico tempo o que foi raro nestes dias e uma àgua transparente fantástica.

A única coisa que estragou o paraíso foi uma familia dominicana que à tarde se foi sentar perto de nós e que não falava, gritava e claro tinham um tijolo com reggaeton, que inferno tivemos que fugir para outro lado.IMG_4327

à noite fomos jantar no il Pirata un fantástico restaurante perdido no meio do nada a caminho da praia playita; chegamos e não havia ninguém; o normal seria nem nos servirem, mas não … serviram-nos com toda a qualidade e comemos umas massas frescas e um tartaro delicioso regado a um bom vinho Chileno; local perfeito.

IMG_4325Claro que como noite de sábado que era a uma discoteca, ao ar livre claro com merengue, bachata e reggaeton ( que poucos aqui assumem gostar pois é associado às classes mais baixas)

O cuba livre era rum puro e dois goles deixou-me tonta ….muito importante o aviso que tinha na parede: Não menores, não armas … naturalmente as 2 juntas podem trazer alguns problemas ….      IMG_8668IMG_8675

Las galeras

IMG_8628O primeiro dia em Las Galeras foi de relax total aproveitando a praia do hotel e o Tomás aproveitou para ir mergulhar ( claro que com a sorte que ele têm viu Baleias)IMG_8619

Mas a mim soube-me tão bem estar na praia só a ler o dia todo… uma maravilha.

O hotel onde estamos Todo Blanco é lindo, mas o serviço é a coisa mais pavorosa que já vi.  IMG_8639

Ao almoço comemos uma lagosta na praia ( não estava muito saborosa confesso) e no jantar comemos no restaurante que mais horas deve ter demorado a fazer um jantar, na mesa ao lado a senhora até adormeceu na mesa; nem me lembro do nome do restaurante, a comida até era boa, mas a espera desperou..IMG_8627

E fomos relax que amanhã vamos a Cayo Levantado e tentar ver as baleias.IMG_8621

 

De las terrenas para las Galeras

Hoje deixamos a nossa amada las Terrenas e dirigimo-nos para las Galeras; começa a chover o que não tem graça nenhuma.

Paramos pelo caminho no rancho . Parada de la Manzana para irmos de cavalo até à cascata Limon.

O rancho é um tipico rancho com quilos de cavaleiros e muito cheiro a cavalo,

Almoçamos e começamos os nossos preparativos, calçar uma galochas, arranjaram um cavaleiro a cada um que irá garantir como eles dizem que nada acontece ( nem quero imaginar porquê) e dão-nos um cavalo, o meu 2 segundos antes andava aos coices a outro cavalo, isto promete… a “senhora” (dona do rancho) diz que o cavalo é manso … iremos concluir que não é nada assim.IMG_4268

Começamos o caminho que é sempre a subir e a descer com quilos de pedras, caminho muito duro mesmo. O cavaleiro que me acompanha ( mas a pé) faz aquilo todos os dias e chega a fazer 2 vezes ( nem imagino as pernas do senhor) começa a contar uma história que faz aquilo voluntáriamente e que depende da boa vontade de quem lhe dá gorjeta; digo que não acredito … pois responde ele há pessoas que não acreditam; eu sou claramente uma delas.

Acaba rematando, mas mesmo as que não acreditam dão gorjeta .. tenho que me rir .. nunca vi um cara de pau tão grande.

IMG_4294Mas o passeio é magnifico e ele muito atento a tudo; ao fim de 25 minutos de cavalgada chegamos perto da queda de àgua; pagamos o fee de entrada (1€) e começamos a descer mil degraus, porque sim as coisas magnificas são sempre dificeis.

A queda de àgua del Limon é linda e enorme – 52 mts de àgua a cair numa piscina maravilhosa, o calor aperta e um mergulho não se esperou.

Há que voltar a subir os mil degraus e voltar ao meu cavalo Domingo.

Começamos nova caminhada o cavalo estava molengam o cavaleiro resolve bater-lhe e ia voando com um coince que foi seguido de um trote que só com muito esforço o consigo parar  e a partir daqui ganhou confinça e meio caminho foi feito a trote, pode-se dizer que o caminho foi bem mais rápido.

Vale muito a pena este passeio e o rancho parada de la manzana é muito agradável e são todos muitos simpáticos.

IMG_4261Dica importante se alguma vez forem lá vitem os homens de mota que tentam sempre levar ao rancho que lhes dá comissão e que nem sempre é o melho.

Este é hiper recomendável. – http://dominicantreasures.com/es/parada-la-manzana/

Continuamos para las Galeras que já falta pouco ainda paramos perto de cayo levantando para tentar arranjar um barco que nos leve lá e a ver se há Baleias, encontramos o Rafael que nos parece fixe, logo confirmaremos se se torna um bom fornecedor.

Chegamos ao nosso hotel Todo Blanco – lindo faz lembrar as novelas  brasileiras que via quando era pena uma chacra; não há ninguém e quando aparece deixam-nos 20 minutos sem explicarem porquê, pressionamos .. não sabem qual o nosso quarto . que tal darem um qualquer. Ao fim de uma grande luta conseguimos o quarto 7 com umas vistas fantásticas para a praia e uma varanda linda.

Vamos jantar  ao L´aventure de John fantástico restaurante com um guacamole de chorar e um excelente wifi que aqui é um privilégio, o do hotel é péssimo.

Vamos até à praia que há uma barraca com boa bachata e ambiente ficamos ai a beber cuba livre até todos se irem e ficamos com o dono – um frances completamente louco e um policia que tinha uma metralhadora que metia respeito.

Ambos muito divertidos estivemos pela noite dentro a contar histórias e a rir .. amanhã dizem eles é noite de Bachata vamos ver…

Las Terrenas, um dia em Los Haitises

IMG_8383Hoje o madrugar foi grande para irmos aos Los Haitises un magnifico parque natural IMG_8429no sul de Samaná.

quando chegamos ao porto o sol já vai alto, e começamos a nossa viagem de barco.

Los Haitises têm muitas espécies de pássaros e toda a paisagem é magnifica; além que está cheio de grutas ( só se podem visitar 3), que são impressionantes.

IMG_8435É um parque natural desde 1976 e está muito bem IMG_8490preservado  e a paisagem é maravilhosa como podem ver pelas fotos

Foi um dia bem passado no barco o guia o Henry era excelente e dava à visita uma compenente muito interessante.

Passamos o restko da tarde na playa bonita para nos despedirmos desta praia maravilhosa

IMG_8470Á noite fomos jantar na vila pescadora num restaurante/ barraca – Pa comer, comemos 2 ceviches maravilhosos e um prato com porco e gambas maravilhos, restauranre barato e muito muito bom; sei que nem todos comeriam aqui, mas vale a pena tentar.IMG_8497

Amanhã despedimo-nos de las Terrenas e como estamos apaixonados pela zona de Sámana, mantemo-nos aqui e vamos para Las Galeras

As casas aqui para vender são lindas meia peninsula IMG_8550está à venda deixo aqui a foto de uma pela qual me apaixonei.. quem sabe um dia !!!   IMG_8534IMG_8549IMG_8562

 

Las Terrenas explorando ….

IMG_8268Hoje começamos por explorar esta fantástica zona, assim temos uma manhã de procedimentos:

– mergulho – o mau tempo faz com que a visibilidade não esteja boa – logo só 6ª feira haverá – mergulho descartadoIMG_8294

– los haitises – conseguimos uma marcação para o dia seguinte – um parque natural maravilhoso aqui perto

– maior decisão não vamos para o sul e ficamos aqui nesta zona a explorar mais – estamos apaixonados, assim em vez de ir à las aguilas vamos para las Galeras também a Samaná; é a vantagem de viajar sem grandes marcações, se gostamos podemos ficar mais, se não gostamos vamos embora.

IMG_8301– Cascata limón – guardamos para o último dia a caminho de las Galeras IMG_8282

– e mais importante que tudo hoje vamos explorar as praias desertas por aqui a escolhida é Morón, uma praia que se acede por um caminho de cabras, mas tem à volta uma excelente relva e está vazia, perfeito

Começamos o caminho para Morón que é feito junto à costa IMG_8310que me permite apreciar as praias por onde vamos passando, mas só a mim pois o Tomás entre tampas de esgoto abertas e mil crateras na estrada a concentração na estrada tem que ser grande.

Chegamos à praia tem um portão a fecha-la e lá temos que negociar com o oportunista, que achaIMG_8316 que por ser reis tem que ser ainda mais abusador, claro que não pretendemos dar mais que 1€ e só no final.

Estacionamos no meio de vacas e cavalos e lá vamos para a nossa praia paradisíaca.

IMG_8339Os locais vão apanhar peixe e cozinham-o que pena termos trazido sandes.

Passamos ai um dia fantástico há 5 pessoas se tanto e o mar é uma delicia.

Voltamos para las Terrenas para um lanche de fim de tarde no bairro dos Pescadores e acabamos numa cabana na praia a comer o melhor Ceviche que já comi na vida; poucos meus amigos comeriam aqui, mas confesso que foi das melhores descoberta e pratos que já comi; valeu a insistência do meu marido em comer um ceviche para encontrar este local.IMG_8358

Esta noite vamos jantar também em las  terrenas, mas no melhor restaurante que também merecemos e adoramos contrastes de uma barraca na praia, para o restaurante de mais charme na praia – La Terrasse – uma fantástico restaurante com todo o charme francês em Samaná

IMG_8353Adoramos o restaurante e a comida e fundamentalmente aquela sensação de comer mesmo junto ao mar é maravilhoso.IMG_8363

Depois vamos beber uma bebida num bar ao lado o clandestino, que se dança merengue e que merengue… se queres um bom show é aqui. Os bailarinos vêem buscar as pessoas para dançar.

Recomendo os daiquiris deliciosos

E assim passa mais um dia a correr, mas que foi delicioso, stress já nem vê-lo.

IMG_8364O único stress é as saudades dos meus filhos mesmo.