zomato

Hoje a minha viagem foi para bem perto.
A Zomato convidou-me para conhecer as suas instalações o que foi na minha opinião uma acção de charme excelente.
Realmente as empresas têm sucesso por alguma razão e nads é por coincidência e esta empresa está claramente bem posicionada para o futuro:

– ouve a opinião dos consumidores -chamaram-me lá e perguntaram a minha opinião, até hoje não conheci nenhuma empresa que faça isso
– Querem os blogger do seu lado o que também é muito inteligente pois nós como ninguém somos bons evangelizadores ou os piores inimigos
– São dinâmicos e jovens e não têm medo de abrir as suas portas

Assim posso dizer que passem um bom momento e gostei de conhecer o outro lado do Zomato.

Impressionou-me a dimensão da equipa e as instalações são clean e o bom ambiente respira-se.

IMG_6408 (640x473)Mas quem é o Zomato para quem se atreve a não conhecer:
A sua origem é indiana e está presente em mais de 22 paises.e entrou em Portugal há pouco mais que um ano e já é na minha opinião a melhor base de dados de restaurantes em Lisboa e Porto.
Confesso que é uma das minhas maiores fontes de informação para encontrar novos restaurantes e descobrir bons restaurantes.
A quem ainda não utiliza a baixar já a aplicação e a viciarem-se …
Se descobrirem algum restaurante bom avisem

Bons almoço e jantares ….

 

 

 

 

pho em Lisboa

Já abriu à algum tempo mas tive 1000 tentativas até conseguir lá ir

IMG_2148E foi só num sábado à tarde que consegui lá ir e conseguir mesa.

Por isso a primeira recomendação é uma elevada dose de paciência para conseguir mesa.

Depois o nome não engana, chama-se pho e vai-se lá para comer pho que é muito bom mesmo, basta juntar as ervas aromáticas, os rebentos e já está uma refeição deliciosa.

Os raviolis também não são maus.IMG_2156

Se quer uma experiência de uma parte pequeno do vietname vá experiementar o pho sem grandes luxos e muito aos estilo de street food vietamita

 

 

 

 

Pho-Pu Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Singapura

IMG_6039 (480x640)Singapura até à data era uma cidade de transito para nós, mas esta vez aproveitamos para ficar 5 noites nesta cidade que é o HUB da Ásia e que tem tantas regras.

Apesar de tudo o que passamos aqui, adoramos a cidade adoramos completamente é daquelas paixões rápidas e intensas.

Mas vamos por partes o que adoramos: IMG_6032 (640x480)

– É limpa quase se pode lamber o chão ( não ao extremo do Dubai, mas bastante limpa)

– Organizada e tudo funciona

– Tem imensas coisas para ver; estivemos aqui 5 dias e teremos que voltar

IMG_6059 (640x480)– Food courts deliciosos com toda a comida da Ásia, não perder esta magnifica experiencia gastronomica

– E tem uma segurança única no mundo, como dizia um condutor do Uber, se alguém rouba ambo em menos de 10 horas é apanhado

– Tem uma ilha de parques de diversão( quem tem isso?), nós só conseguimos visitar a Universal Studios; mas poderiamos passar aqui a vida pois há mais de 20 , em Portugal nem 1 há ….IMG_6055 (640x480)

– os jardins são lindos e modernos – não perder Gardens by the Bay

– Little India; Arab Street; China town

E a marina bay imponente e agradável

Little India
Little India

Mas claro que esta licença foi também premiada com momentos dificeis, deve ser um teste para ver se queriamos mesmo isto e aqui passamos também o pior.

O Tomás teve que ser operado de urgência e confesso que aqueles 5 segundos em que o médico diz: ” vocês tem um abcesso na mão que se está a espalhar pelo corpo e tem que ser operado de urgência, vão ficar gravados na minha memória durante muito tempo, pois o pânico é que se espalhou pelo meu corpo em micro segundos.

E assim transformou-se os ultimos 5 dias desta magnifica viagem numa estadia de 24 horas horriveis num hospital.

Chinatown
Chinatown

Claro que como estavamos em Singapura o horrivel é relativo, pois a equipa de médicos foi excelente e o serviço do hospital também e nem falemos da conta….

Universal Studios
Universal Studios

Em menos de 1 hora ele tinha a operação marcada para as 7 da noite  fizeram todas as análises e as 18h59 (literalmente) estava a entrar na sala de operações para levar uma anestesia geral e ser operado e eu confesso que no momento que ele entrou na sala de operações e eu fiquei com os 2 miudos o chão saiu-me dos pés.

Mas tudo correu bem e hoje que já vamos a caminho de Lisboa tenho um marido com 6 pontos na mão e não me parece que muito traumatizado.

Podemos dizer que ficou a história arrepiante para nos lembrar sempre, que mesmo nos momentos de mais felicidade tudo pode desaparecer num segundo, por isso temos que aproveitar cada minuto e no fundo foi este o lema destIMG_6171 (480x640)a viagem de 3 meses – Aproveitar o momento e fazer o que nos dá prazer.

 

Alguns links importantes de quem queira ir a Singapura:

 

Sentosa -ilha da diversão – http://www.sentosa.com.sg/en/

Gardens by the bay – http://www.gardensbythebay.com.sg/en/home.html

Chinatown – http://www.chinatown.sg/

Litlle India . http://littleindia.com.sg/

Gleneagles hospital – porque nunca sabemos;  mas só vão lá com um lebo seguro – http://www.gleneagles.com.sg/

 

 

 

 

 

 

Raja Ampat 

 

Raja ampat underwater
Raja ampat underwater

IMG_6972 (640x427)Quando comecei a organizar esta viagens há já muitos meses atrás e quando consegui a minha primeira troca de casa em Bali a Marie ( dona da casa) falou-me de Raja Ampat e até hoje me lembro do momento que coloquei o nome no Google e me surgiram as primeiras fotos, nem queria acreditar e achava que as fotos tinham que ter muito Photoshop.

Sempre que estava muito stressada colocava Raja Ampat no Google e pensava já falta pouco para estar aqui ( era o meu anti stress ).

Deixamos para o fim da viagem e com o andar da viagem e com a quantidade de sítios maravilhosos que já tínhamos visto não acreditem que Raja Ampat me fosse impressionar assim tanto, mas agora que vou no barco de volta a escrever posso dizer que a Única palavra que tenho para descrever Raja Ampat é Uhaaaaauuuu !!!!!

O mais inacreditável é que até a Marie me ter falado neste local nunca tinha ouvido falar de ele é se eu investigo e leio sobre locais de férias, se calhar é por isso que ainda continua assim.

Confesso que coloca todos os locais num cantinho muito pequeno dada a beleza deste local e a fundamentalmente do fundo do mar.

Mas começando por partes …

Raja Ampat é  conjunto de ilhas em Papua que para chegar não se pode dizer que seja rápido e fácil.

Primeiro temos que chegar a Papua ( quase fim do mundo) a uma cidade que é Sorong que confesso que deve ser a cidade mais feia que já conheci, não tem nada, nada é suja e cara.

Depois temos que apanhar o ferry ( um luxo de ferry confesso ) sem excesso de pessoas, bastante limpo, lugares marcados se optarmos pela versão vip (4 € mais cara que a normal) e fazer 2 horas de barco até Wasai a ilha principal do arquipélago de Raja Ampat e depois escolher umas das muitas ilhas para dormir, nós escolhemos kri Island logo mais 45 minutos de speedboat.

Homestay Mambreton
Homestay Mambreton

Para dormir em todo o arquipélago há 2 soluções ser rico e ir para um dos 4 hotéis/diving centers  que custa em média 250€ por pessoa por noite ( claro que este não foi o nosso caso) ou ficar numa homestay a nossa opção.

As Homestays são simples mas muito agradáveis nós ficamos na Mambreton ( a mais barata pois as férias estão a chegar ao fim e o budget também ), tem apenas 4 bungallows mesmo na praia e dentro do bungallows uma cama no chão e chega .

A casa de banho é partilhada e resume-se a uma sanita e um balde de água salgada para tomar banho.

Mas o que envolve está homestay deixa qualquer ser humano sem fala,

A praia é digna de um spot da Bacardi, palmeiras a cair sobre o mar, areia branca imaculada e uma barreira de coral a toda a volta e é quando começamos a explorar essa barreira de coral que começamos a abrir a boca para não mais fechar.
A cada vez que se enfia a cabeça na água aparece uma tartaruga, tubarões, atuns de uma dimensão que deixava um restaurante de sushi de olhos em bico e uma imensidão e um tamanho de peixes que deixa qualquer programa do National geographic mal.

raja ampat
Tubarão

Assim passamos 4 noites de cabeça enfiada no mar e não nos cansamos .

E o detalhe de dormirmos no chão, das pessoas verem ratos ( eu não os vi) e dos lagartos gigantes, do balde de tomar banho e da sanita não são nada junto da beleza natural.

Confesso que estava com preguiça de voltar ao balde e as aventuras da casa de banho no meio do mato, mas valem muito a pena .
Infelizmente as fotografias não falam por si, apenas cá vir.

Ainda há locais perdidos no mundo !!!

 

Ps – Acabei o meu 12º livro – Objectivo cumprido – E um livro maravilhoso sobre o Afeganistão

 

raja ampat
Kri island
raja ampat
Tartaruga

raja ampat raja ampat

Tangkoko reserve

Não há uma parte do meu corpo que não me doa isto de subir vulcões, fazer rafting, fazer uma noturna para ver Tarsier e uma madrugada para ver animais numa reserva natural dá o resultado de me doer todas as partes do meu corpo sem exceção.

O meu PT ficaria muito orgulhoso pois o nível de exercício físico que fiz nestes últimos 5 dias … tem sido demaisIMG_5395 (480x640).

Ainda em Tomoho fizemos rafting – 10 km o que não é pouco e sem paragens no meio, o rio era maravilhoso e com muitos rápidos para desfrutar. Os miúdos adoraram a adrenalina do rafting e no dia a seguir queriam fazer outra vez, claro não foram eles a remar.

Depois fomos para a reserva de Tangkoko uma aldeia perdida no meio do nada que nem hotéis há, apenas Homestays, ficamos na Tarsier homestay mesmo em frente à reserva natural que no fundo era o nosso objectivo para vir aqui a esta aldeia perdida no mundo.

A reserIMG_5444 (640x480)va é gigantesca e claro que não está cá para facilitar; os animais gostam mesmo de me prejudicar, para ver os tarsiers é ao final do dia, perfeito às 16h30 lá fomos nós, mas poderia ficar ali à entrada do parque mas não temos que andar durante 1 hora para os ver, claro que depois compensa imenso pois são uns macaquinho mínimos lindos há 2 sítios no mundo ara os ver, aqui e nas Filipinas e nós já vimos nos dois.

Mas a experiência aqui é bem mais divertida, há muitos e ficamos junto à sua árvore à espera que eles acordem para sair para caçar e conseguem ver-se a uma curta distância.

Experiência maravilhosa.

No dia a seguir o objetivo é explorar a reserva e tentar ver os restantes animais, mas temos que sair às 5h30 da manhã, porquê? É quando os animais estão mais ativos, não podiam ficar ativos às 11 por exemplo?

Assim lá acordamos com os galos, literalmente pois desde as 4 da manhã insistiam a cantar ao desafio por baixo da nossa janela e lá fomos à descoberta de animais; os miúdos acham que estamos loucos de sair ainda de noite à procura de animais.

Mas em poucos minutos a alvorada compensa pois apanhamos logo uma grupo gigante de macacos pretos, que nos deixam aproximar bastante e nos deixam apreciar, caminhamos durante 6 horas, mas vimos 3 grupos de macacos, o famoso Kingfisher, 2 vezes Kuskos ( um familiar do Koala), serpente; Tocanos, e muitos mais pássaros.

Apesar do cansaço confesso que foi uma visita maravilhosa e as fotos espero que demonstrem isso.

Quando chegamos às 11 horas estamos ko, mas muito satisfeitos, tomamos pequeno-almoço e arrastamo-nos para a praia … os miúdos não sei como recarregaram as pilhas em menos de 10 minutos na praia… como é bom ser novo… eu ainda depois da praia me arrasto de um lado para o outro.

Hoje é garantido que será ver um filme e ir para a cama, imagino que os galos nos vão querer mostrar os seus dotes vocais outra vez às 4 da manhã.

 

IMG_5440 (640x480)

North Sulawesi Bangka island

Nestes últimos dias em Sulawesi antes de partirmos para Papua, fomos para Bangka Island.

Bangka Island tem 2 eco hotéis e vilas locais, ambos os hotéis estão na praia e a única actividade que há é mergulho.

Assim aproveitamos estes últimos dias em Bangka para aproveitar a praia, fazer snorkeling e o Tomás mergulho.

Ficamos na casa de um dos donos de um hotel o Coral Eye que é uma bela casa mesmo na praia, com um design maravilhoso e completamente aberta o que nos permite adormecer todos os dias ao som do mar

Como tudo o é maravilhoso também tem que ter os seus contra, claro que ao ser aberta os galos ás 4 da manha começam os seus belos cantares que se ouvem como se estivessem na cama connosco.

Os locais que gostam de se levantar ás 5 da manhã , resolvem começar a manha a tocar viola e é um concerto privado de despertar.

Por isso dormir não é algo que se faça por aqui depois do sol nascer.

Eco implica também restrições de luz e claro de internet, assim ficamos sem ela as 11h30 da noite que parece que era mesmo quando queríamos ler aquele livro, ou ir à casa de banho sem tropeçar em mil coisas .

Mas dado os locais que já tivemos e que vamos estar a partir de dia 4 isto é um luxo, tem luz, tem casa de banho privada, tem autoclismo ( como valorizo agora este magnífico instrumento), tem chuveiro com água quente …. No fundo tem tudo o que uma mulher precisa para ser feliz !!!!! IMG_5837 (480x640)

 

Ps -acabei o meu 11º livro – Bali Baze a vida de uma Americana em Bali, quilos de histórias bem divertidas para melhor perceber os Balineses.