10 coisas a não perder na Ilha de Reunião

10 coisas a não perder na Ilha de ReuniãoPara terem um guia rápido das 10 coisas a não perder na Ilha de Reunião:

1º – quedas de água, há mais de 300 na ilha e todas as que visitem são lindas. Há quedas de água em que se estaciona em frente, há outras com caminhadas de 15 minutos, e há até ao extremo de caminhadas de 1 dia. Por isso há de tudo e para todos os gostos. Mas vale mesmo a pena, com poucos turistas e uma experiência única. Destaque para as Niagara Falls; as de Salazie;

2º – Praia de Hermitage les Bains – a única segura de tubarões, mas também linda, com água transparente e azul turquesa-

3º – Ver as baleias se forem em época dela, nós vimos mais de 20 e é um espetáculo impressionante.

4º – Bassin Blue – um lago natural alimentado pelo mar que é fantástico

5º – Visitar o Maido a 2800 metros de altitude, quem se quiser aventurar pode fazer a caminhada de 3 dias que parte de ai. Chegar aqui aos pitón des Neiges e pode ser que tenham sorte e vejam algo, pois a maior parte das vezes está um nevoeiro fortissimo

6 º-  Piton de la Fournaise eu quando lá fui estava o vulcão em  atividade e não podemos chegar perto, mas é lindo de ver e pode-se visitar de várias prespectivas

7º – visitar os 3 cirques – cada um tem vegetação própria e aldeias para explorar magnificas

8º  – St. Pierre – uma cidade com muito encanto, com o seu belo mercado e praias e lagoas naturais lindas

9º – St denis –  também vale a pena e a mistura de casa crioulas com as casas atuais

10º – Salazie – lindo com as suas quedas de água por toda a estrada

E estas são claramente as 10 coisas a não perder na Ilha de Reunião, claro que há muito mais, mas por este cheirinho vês logo que a ilha tem muito potencial.

Voos Baratos

 

Uma das questões que me colocam sempre é como arranjas sempre voos baratos.

A resposta poderia ser procurar, procurar, procurar, nunca se ficar pelo primeiro e pensar sempre em conexões além das que os motores de busca nos dão.

Depois há outras palavras que são chave:

– Ser flexível, ajuda muito na maioria das vezes não viajar ao fim de semana, e às vezes mudando a data 1 ou 2 dias pode fazer mesmo a diferença

– Receber as newsletters das companhias áreas e ser rápido, há muitas vezes promoções de 24 horas, e muitas vezes os voos esgotam em menos de 2 horas

– Rever as opções vezes sem conta, experimentar em vários computadores e sempre, sempre limpar cookies e pesquisar como incógnito

Eu começo sempre a pesquisa em agregadores de voos e muitas vezes escolho os destinos porque vejo uma oportunidade depois começo a procurar mais alternativas para baixar um pouco os voos.

Alguns exemplos de agregadores:

– Momondo – https://www.momondo.pt/

– Logitravel – https://www.logitravel.pt/

-Skyscanner  – https://www.skyscanner.pt/

– Kayak – https://www.kayak.pt/

– Dopop – https://www.dohop.com/

– Vayama – https://www.vayama.com/

– My trip – https://www.mytrip.com/pt/

Depois de checkar em todos estes ver diretamente nas companhias áreas e depois fazer mistos das duas opções para comprar a que nos encaixa mais.

Ao perceber as companhias aéreas que voo para o destino devemos estar atentos e tentar encontrar as melhores opções.

Se vierem que o voo não está no preço que pretendem, vão testando todos os dias, eles variam dia a dia e há dias piores para comprar – fim de semana.

Quando encontrar o voo que está dentro das expectativas, comprar logo, sem pensar porque amanhã pode já ter subido.

Se não encontrar crie alertas que o avisam de quando os preços variam de forma a encontrar sempre os voos mais baratos.

Assim estar atento e ter alguma flexibilidade de datas é crucial para encontra voos baratos.

E muitas vezes esses voos podem variar 200€/300€ e esse valor já dá para uma semana no destino.