A vida é uma mudança

MUDANÇA

Mudança é a palavra que mais gosto, adoro aquela adrenalina do novo, a adrenalina de começar e nem saber o que fazer; pesquisar, arriscar e até cair.

Carla a Blogger de viagensEste era o meu mote para 2018 mudar.

Mudar porque estava numa empresa há 13 anos que sempre me deu desafios diferentes e sempre fui mudando, mas precisava de me testar mais alto, saber se continuava a ser capaz, saber se conseguia fazer algo novo, viver a incerteza e principalmente sentir que tinha tentado.

A mudança nunca é fácil, dá-nos um frio na barriga pelo desconhecido e todos os dias perguntamos porquê nos metemos nisto.

Demorei meses a tomar esta decisão, fiz centenas de analises swot, colei post it por todos os meus cadernos durante meses; mas no dia que decidi entrei com convicção e não voltei atrás.

Fiz mil cenários dos mais negros aos mais cor de rosas e não estou em nenhum deles , o que é muito bom.

Sai assim de uma total estabilidade para um total desconhecido: contrato, bom ordenado, boas regalias, para nada….

Agora estou a recibos verdes tenho mais ou menos 4 empregos (há semanas com mais e outras com menos), corro de um lado para o outro, tenho a sensação que ainda podia fazer mais e diferente e nunca sei como será a semana seguinte.

Passou exactamente um mês desde a minha saída e não me arrependo.

Não me arrenpendo porque todos os dias têm surgido projetos novos, porque estou a fazer coisas que nunca fiz antes, porque estou a conhecer meio mundo, porque não tenho chefes, mas sim parceiros de negócios, porque não passo o meu dia a gerir politiquices mas sim a produzir e porque se um dia quero almoçar com o meu marido durante mais tempo o posso fazer, se quero ir à escola dos meus filhos posso ir, se quero passar um dia em casa a trabalhar o faço, se quero fazer Yoga de manhã faço, mas se preferir à tarde também.

Sou mais pobre? Sim sou muito mais, se vou aguentar ser mais pobre também não sei

Mas hoje um mês depois de sair, sei que tenho cabeça e força para trabalhar e ter 6 trabalhos se precisar para ganhar mais.

Que tenho nostalgia, claro que tenho, adorava as pessoas com quem trabalhava, os clientes, o ritmo de uma multinacional, as formações, as viagens de trabalho – que saudades tenho delas… E os amigos que fiz que se mantiveram e na minha opinião de uma forma muito mais forte.

Claro que isto não seria capaz sem ter tanta gente que aceitou esta minha loucura e a apoiou, mesmo que não a entenda.

Se me perguntarem se tenho a certeza que vai correr bem? Não há um dia que não tenha dúvidas, mas essa dúvida também me mantem viva e faz-me sair de casa, e dormir pouco e sonhar que era algo que já não me permitia há muito.

Por isso mudem, não passem a vida toda a odiar algo e não mudam só por medo, ou a desejarem algo e nunca testarem por não saberem

Todos temos formas de encarar a mudança diferentes, mas não deixem a vida comandar-vos, comandem a vossa vida e principalmente pensem todos os dias como se fosse o ultimo, pois isso vai dimensionar se querem que o ultimo vosso dia fosse assim.

Preparem a mudança, arranjem planos de contingência, isso é obvio, mas pensem que não são os mega confortos que vos trazem as melhores felicidades, abdicar de um pouco pode trazer mais.

E eu que tenho todos as minhas raizes em Marketing sei que um bom plano, uma boa estratégia e uma análise de todas as variáveis leva sempre bons resultados e é isso que espero.

BE FREE !!!

Livros para ler em viagens

Aqui vão algumas dicas de livros para ler quando viaja ou quando sonha em viajar.

Pura vida – um livro que mudou a minha vida, todo passado na Costa Rica, foi este livro que me levou a visitar a Costa rica. Uma bela historia de amor e desamor.

Agridoce – Passado em Bangladesh junta 3 gerações de famílias e retrata muito bem o Bangladesh, um livro que se devora e não nos deixa dormir

No pais das Vacas sem olhos – um fantástico livro da história de uma jornalista na sua viagem pela India e principalmente do conflito de Caxemira

A dançarina de Ventre – O brilhante romance histórico de Barry Unsworth retrata a forma como a guerra entre Muçulmanos e Cristãos influencia a mente e o coração de Thurstan, um cavaleiro que ama duas mulheres.

Sob um ceú de mármore branco – Não ir à índia sem ler este livro, Conta a história do Taj Mahal como nenhum livro. Uma verdadeira história de Amor

Um professor em Kathmandu – Uma viajem pelo Nepal única

Casei com um Massai – Uma história verdadeira pelas terras dos Massais

Paixão índia – ‘Paixão Índia’ encanta os leitores com a história de Anita Delgado, a jovem bailarina andaluza que se transformou em princesa na Índia. Uma viagem pela índia

Babyji – Um romance sensual, provocador e sabiamente subversivo sobre uma colegial indiana e a sua conquista do amor e da vida. Uma radiografia de uma família que vive em Nova Deli

O quarto de Jack – este já é uma escolha pessoal, pois acho que só depois de ler este livro percebi o choque que o meu filho deve ter tido quando chegou a Portugal, não estive fechado num quarto felizmente, mas sair de 4 paredes na guiné Bissau para uma cidade como Lisboa deve ter sido assustador. O livro é envolvente e viciante

livro 2

 

livro

agridoce

marmorepaixão

masai

dançarina

 

 

 

Bangladesh em lisboa

Bangladesh está na minha Bucket list mas enquanto este desejo não se realiza descobri o Bangladesh a 2 passos de mim mais concretamente na rua do benformoso.

O restaurante chama-se Bangla e quando lá fomos éramos os únicos que não éramos de Bangladesh o que nos indiciou que iríamos ter uma boa experiência

Não espere beleza no restaurante pois se esperar este não é o sítio para ir, espere sim uma comida única e deliciosa.

A beleza começou com as samosas e continuou com os pães de alho de queijo e a beleza ia melhorando a cada prato que nos colocavam na mesa e acabou em êxtase do Frango kurma.

O êxtase com este frango foi tão grande que hoje a minha filha me disse quando se falava do restaurante- o frango era muito bom, mas nós só provamos o molho – ups comemos todo sem lhe dar a provar !!!

Assim vamos ter que voltar !!!

Para quem gosta de experiências gastronômicas reais não perca este restaurante que ainda tem a vantagem de ser barato.

Só é pena não pudermos acompanhar estes pratos com um bom vinho, não há álcool no restaurante. Mas em Bangladesh temos que ser do Bangladesh !!!!

      

istanbul

Hoje é dia de recordações e como estava quase a ter uma viagem de trabalho para Istanbul fez-me recordar os fantásticos dias que lá passei.

IMG_5313Que cidade maravilhosa!! Evoluida, moderna, linda; com uma mistura de oriente com ocidente única.

Se passar por Istanbul há coisas que não pode perder :

– Hagia Sofia Church – arquitectura linda

– Mesquita Azul – uma oportunidade excelente de conhecer uma mesquita

– Galata Tower – Excelentes vistas

– Basilica Cisterna – Fantástica visita a uma cisterna gigantesca construída durante o reinado do Imperador Justiniano I (527-565) foi chamada Palácio Submergido pelas pessoaIMG_5186

– Grand Bazar – um mundo de compras magnifico: especiarias, doces, objectos de decoração

Distrito de Sultanahmet – Compras, comida tradicional, vale a pena passear por aqui, provar os doces a não

IMG_5079– Hodjapasha Dance Theater – ir a um espectáculo de dança, vale muito muito a pena

Topkapi Palace – O palácio é bem bonito, bem cuidado e cheio de curiosidades. Vale a pena conhecer.

Para jantar além dos petiscos de rua, há um destaque para um restaurante especial:

Lebi derya – um restaurante lindo com umas vistas fantásticas, tem que se reservar

 http://www.lebiderya.com/

IMG_5050