San Pedro

San Pedro

O voo interno é de um mini avião maravilhoso daqueles onde estão no máximo 10 pessoas o que se torna uma maravilha pois sobrevoamos os cayos a baixa altitude e logo se percebe que o mar é uma maravilha.

Serviço maravilhoso do Maya air e aterramos na tão desejada ilha de San Pedro, claro que as nossos malas percorreram 4 paises e é num voo de 15 minutos que não chegam; mas como bom Caribe, sem stress já vem outro voo em 10 minutos e lá vinham elas.

San Pedro - Costa Blu resort
San Pedro – Costa Blu resort

Depois de malas na mão percebemos que a casa que trocamos é num resort que se tem que ir de Water Taxi ( é o que dá não ter tempo de organizar nada da viagem) .

Mas tudo hiper bem organizado, vieram-nos buscar e quando chegamos finalmente à nossa casa percebemos que a a espera valeu a pena. – Costa Blu é o resort onde trocamos casa e o sitio é para lá de maravilhoso.

A àgua é de um azul maravilhoso e a nossa casa é dentro da praia.

Finalmente chegamos, mas como vale a pena chegar, pedir uma bebida e num terraço com vistas para o mar a 35 graus relaxar finalmente.

A ilha amanhã exploramos, agora é mesmo relaxar desta viagem louca e aproveitar as vistas do nosso terraço e dar um mergulho na piscina de àgua quente do hotel

 

Medellin

Já sabia imenso sobre Medellin  e a curiosidade era muita, durante a organização muitas vezes pensei se ia ou não.medellin

Mas ainda bem que fui pois a cidade é maravilhosa e a segurança é muito aceitável se tivermos os cuidados normais.

A zona da Candelaria é sempre a zona onde há mais insegurança é também a zona menos turistica; ai tem que se ter algum cuidado vimos em minutos 1 assunto de puxão, mas nada que não acontecesse em Lisboa.

A zona do Poblado foi a minha paixão tanto em termos de ambiente, como restaurantes, como de pessoas.

Ficamos num hotel lindo dos melhores hoteis que já fiquei  –Los patios hostal boutique nem considerem outro hotel além deste, o serviço é excelente, os quartos e o ambiente é espectacular e o Rooftop é magnifico.

A zona do Poblado há restaurantes muito bons e bares para sair a noite toda.

Deixo aqui algumas dicas:

Tal Cual Arte- tem uma sangria deliciosa e as tapas são deliciosas

El social -muito bom para beber um copo

medellin2Outra opção é o Mercado del rio que tem comidas de todo o lado para se puder testar

Um passeio a não perder é pelo Metrocable subindo até ao parque onde nos vimos a sobrevoar o a série dos Narcos, Toda a zona é bastante segura durante o dia podendo-se dar uma volta sem problema.

No cimo temos um parque maravilhoso, com muitas opções para passear, o parque de borboletas é magnifico e pode-se fazer pic nic ou comer nos restaurantes que há no parque.

É claramente uma cidade que consegui reinventar-se e ter o encanto de uma cidade magnifica para se visitar, nem pensem 2 vezes como eu se visita-la ou não. Não deixem de ir.

 

 

triângulo café Colombia

 

triangulo café na Colombia

 

Hacienda GuayabalQuando estamos a preparar a viagem da Colômbia é muito difícil escolher onde ir. O país é grande e tem maravilhas em todos os cantos, mas o triangulo do café foi sempre algo que todos confirmavam que não podíamos perder e foi sem dúvida o momento alto.

A Colômbia tem a vantagem que cada cantinho parece um país novo e esta zona não é exceção a única pena que fiquei foi não ter ficado mais tempo.

Pereira é um excelente ponto para visitar tudo, pois fica no meio de tudo, confesso que as fazendas de café me fascinaram.

Esta zona está completamente voltada para o café e depois de uma crise forte no café muitas das fazendas viraram-se para o turismo e confesso que com muita qualidade pois a experiência é maravilhosa; pode-se dormir nas fazendas, almoçar ou só fazer as visitas guiadas e todas as experiências valem a pena.

Nós fomos à Hacienda Guayalbal e adoramos a experiências, os donos são híper disponíveis e é um prazer falar com eles e conhecer todas as histórias desta hacienda.

A visita é muito interessante e o almoço delicioso, não percam esta experiência.termales Santa Rosa

Nesta zona recomendamos também as quedas de água todas lindas e as termas um prazer único. Nós fomos às umas termas por baixo de uma bela queda de água e confesso que são aqueles momentos que ficam para sempre.

Depois as cidades de Salento e Filandia são lindas e merecem uma visita.

Nesta zona poderias passa todo um mês tal é a oferta de caminhadas, quedas de água, fazendas … por isso quanto mais tempo melhor, pois as distâncias entre os lugares ainda são algo e por isso é preciso tempo.

Os preços nesta zona são bem mais baixos e os restaurantes são deliciosos por isso guardem espaço para excelentes momentos gourmet não percam o Helena Adentro é dos melhores restaurantes que já fui na Filandia – Restaurante Helena Adentro

 

 

 

 

 

Palomino

Palomino

Palomino calhou-nos no caminho porque o parque de Tayrona nos fez a maldade de fechar no dia que chegamos a Santa Marta então tivemos que rever os nossos planos.

Então organizamos o nossos planos e consideramos que a Quebrada de Valencia e Palomino iria ter que substituir Tayrona, dificil tarefa tinha.

Se não és backpacker não vale a pena ires a Palomino pois não vais sequer entender o ponto, o local tem zero luxo, a praia é muito longa, mas tem muitos vendedores e a àgua pouca vezes se pode tomar banho, pois as correntes são muito fortes é há milhões de mosquitos.Palomino

Então porque ir?

Porque é daqueles locais que não foram destruidos pelo turismo, mantem a sua naturalidade é autentico.

As pessoas são simpáticas e todos falam com todos.

Pode-se fazer massagens na praia, descer descontraidamente pelo rio num pneu, comer happy brownies, comer empanadas de um argentino que chegou aqui ficou.

Fazer aulas de Yoga todas as manhãs e provar os mil sumos naturais de frutas nunca ouvidas.

Se isto te atrai então vai.

Pelo caminho perde-te uma manhã ou uma tarde nas quedas de Àgua de Valencia, podes chegar a pé – 20 minutos a caminhar ou de cavalo e depois de chegar podes simplesmente mergulhar no fim da queda de àgua ou ir subindo, subindo e descobrir os mini lagos que existem ao longo da queda de àgua.

Quebrada de Valencia
Quebrada de Valencia

Nós mesmo depois de termos um furo, nem isso consegui quebrar o espirito de Palomino pois surgiram logo 3 fantásticos ajudantes ( no fundo um ajudou e os outros 2 opinaram, mas em todo o mundo é assim) para ajudarem na ardua tarefa de mudar um pneu.

Há muitas opções de dormida ao longo da praia ou mesmo na vila, basta apenas decidir se querem apenas uma rede para dormir ou um confortável bungallow tudo é possivel

 

Santa Marta

Santa Marta foi uma surpresa na Colombia, um local para se partir para ir a Tayrona National Natural Park que nos infelizmente chegamos no dia que fecharam durante um mês e perdemos esta beleza, aqui fica o link para quem tenha mais sorte.

Santa Marta - CevicheMas mesmo assim não desanimamos e resolvemos explorar a cidade que tem uma vida magnifica seja de restaurantes, seja de ambiente à noite, seja de pequenos tesouros perto.

Começamos por ter muita dificuldade em encontrar hotel, mas acabamos no Calzada de Santo e que bela opção a nossa. Barato, excelentes quartos e fantástico serviço. A dona era uma excelente guia turistica. E tinha no topo uma excelente piscina.

Os melhores restaurantes onde comemos na Colombia foi em Santa Marta, os melhores ceviches também, por isso não perder:

Não deixem de ir as estes dois são de comer e chorar por mais

Depois há os arredores de Santa Marta que merecem todo um post à parte, por isso se forem à Colombia não percam este pequeno tesouro

Cartagena

Saímos outra vez com a Viva Colombia, uma low cost que funciona maravilhosamente em direção a Cartagena.

cartagenaCartagena é uma cidade magnifica principalmente dentro da Cidade amurallada que tem um ambiente magnifico e uma segurança fora de série.

Há 2000 policias só na cidade amurallada, por isso não estranhem haver policia por todo o lado que foi algo que me chamou logo a atenção.

O local que mais me apaixonou foi Getsemani pois está em festa constante e tem restaurantes magnificos e um ambiente na praça principal único onde se pode passar uma noite a beber copos e a comer nas várias banquinhas enquanto se assiste a aulas de Zumba, salsa, pessoas a tocar ….

Depois visitar Cartagena é passear pelas ruas coloridas, entrar nos bares e restaurante, visitar as igrejas e explorar tudo.

No entanto deixo alguns destaques de locais a não perder:

Restaurantes em Cartagena:arepas em cartagena

Café Lunático –  em Getsemani tem um serviço excelente e um preço acessível. A comida é deliciosa com fusão de comida colombiana com comida espanhola

Quero Arepas – As melhores arepas com uns mojitos de beber e chorar por mais pode-se passar um dia inteiro a provar todas

Cevicheria – De tanta gente que tinha nunca conseguimos experimentar, mas todos dizem que é excelente

Bares em Cartagena

Demente – Em Getsemani na minha praça favorita tem cocktails deliciosos, embora mais caros e um ambiente muito divertido

Bazaruto social club – vale mesmo a pena ir aqui, pois a salsa, o reggatton estão ao rubro. Há musica ao vivo todas as noites e o ambiente é espectacular cartagena

Locais a não perder

Museu da inquisição – apesar de duro o museu está muito bom e vale uma visita

Castelo – tem umas vistas maravilhosas de toda Cartagena

 

Mas Cartagena é mesmo perdermo-nos pelas ruas e adorar tudo

 

San Andrés

Adoro sempre nas férias pequenas ilhas, têm sempre um ritmo mais tranquilo e é sempre mais fácil misturarmo-nos por isso escolhemos San andres.

Assim aqui na Colômbia também não quisemos deixar de fora as ilhas e San Andrés foi a escolha, pois tinha mais opções de voos que encaixavam mais facilmente no pouco tempo que temos. 

Primeiro erro ilhas acessíveis são sempre ilhas com mais gente e com os anos confesso que me têm transformado num ser que procura locais com poucas pessoas e fundamentalmente poucos turistas de massas que claramente não é o meu estilo.

IMG_7381 (640x480)Pois San Andres é assim claro que não é Algarve em agosto, mas nos locais mais bonitos pode estar muito próximo.

Assim a primeira desilusão foi com o número de turista

Em San Andrés há 2 highlights aquário island e Jonny key e resolvemos fazer logo no dia a seguir e é um arraial. Barcos e mais barcos a saírem para estás ilhas, quilos de turistas e a cereja no topo do bolo, quando já tínhamos arranjado um cantinho na ilha sem ninguém aparece um barco com uma banana, matou-me.

O pior de tudo é que as ilhas são lindas, mas com esta quantidade de pessoas vão destrui-las muito rapidamente. Na ilha do aquário há muitos peixes e raias, mas mesmo as raias são amestradas. Surreal. Um dia de loucos. 

Mas fora este circo o resto da ilha é muito tranquila l, os turistas limitam-se a ir nestas 2 excursões e ficarem na praia principal, e o resto é um paraíso de tranquilidade. 

Alugamos uma mota e fomos explorando praia a praia e mesmo o centro da ilha que tem uma comunidade reggae à volta de um lago com crocodilos (ideia deles claro mete-los lá bebes e agora alguns já têm mais de 2 metros) .

san andresÓtimo local para beber uns copos e ter conversas surreais.

Fomos também explorando restaurantes e são todos muito bons, destaque para o Peru wok, seaweed e claro todos os restaurantinhos nas praias mais afastadas de pescadores são deliciosos com ceviches magníficos e umas gambás deliciosas.san andres

Em termos de hotel não poderíamos ter ficado melhor entregues ficamos no Colores of the sea uma Posada com 5 quartos e um serviço de 10 estrelas. O dono o Gonzalo é híper atencioso e está sempre pronto para ajudar e para que a estadia seja a melhor. Adoramos.

Como resumo gostei de San Andrés praias com água transparente e um ambiente muito bom. Tem é que se fugir do mais bonito por loucura turística.

Bogotá em 1 dia

Acordamos claro cedo e com a luz a bater-nos nos olhos para explorar Bogotá.

Arrumamos a mala pois temos o voo à noite para San Andrés e depois de um belo pequeno almoço colocamo-nos ao caminho.

Primeiro destino o mercado de Usaquén um mercado de domingo que vende tudo; adorei tem artesanato, coisas vintage, space cakes, e comida deliciosa de rua.plaza bolivar Bogotá

As Arepas foram a nossa perdição que embora se pense que são só da Venezuela, na Colômbia é também o prato típico, comemos 3 de seguida por pura gula, com um picantinho delicioso.tá

O mercado é tão diversificado vende de tudo e tem um ambiente maravilhoso.

Dai fomos para a praça Bolivar o centro centro de Bogotá.

O sitio de passeio também de todos os colombianos, dar milho aos pombos, passear, ir à missa na igreja uma tarde regular.

O que não se pode perder é comer no Puerta Falsa um local com muita história e onde podes provar a comida  Colombiana do mais típica. Um local pequeno e sempre cheio, mas vale a espera.

Colombia food

A seguir fomos ao museu do Ouro que ao Domingo é gratuito aproveitar para o ver neste dia pois o museu é magnifico.

Depois é perdermo-nos pela rua 7 que ao fim de semana é uma maravilha um mercado ao livre cheio de ambiente.

Adorei Bogotá tem o ritmo de uma cidade gigante e consegue conjugar o ritmo de uma grande cidade com uma cidade sul americana.

Tem que se ter os cuidados também de uma cidade sul americana: não apanhar táxis na rua e ter bastante cuidado.

Coisas a não perder: mercados, museu do Ouro, plaza bolivar e provar a comida colombiana seja ela nos elegantes restaurantes da Zona J ou nos mercados de Rua

 

 

 

Bogotá

Chegamos já tarde  a Bogotá e apanhamos um táxi, a tipica pressão de aeroporto para apanhar o táxi e lá estamos nós a caminho do hotel La Pinta no centro de Bogotá.

O táxista é o tipico walter a trocar de faixa a cada 2 segundos, sempre próximo dos outros carros, a virar em cima das saidas. O tipico engraçadinho dos carros.

Chegamos ao hotel que era um hostel magnifico com um staff maravilhoso e hiper agradável.

Mostram-nos o hotel, a cozinha partilhada, o jardim e o magnifico bar e o nosso quarto que claro está no ultimo piso; isto é claramente a lei de murphy pois sempre que estou exausta e já não consigo levantar um gato pelo rabo, estamos no ultimo piso e lá vou eu a subir a arrastar-me.La pinta

Deixamos as malas e saimos logo para jantar que visto que era tarde só tinhamos como opção perto a Zona G, o local trendy de Bogotá.

Claro que trendy em  Bogotá é igual a muito caro,  a zona é muito gira, cheia de bares e restaurantes, mas tudo a preços muito europeus e sem a personalidade que eu gosto de america do sul.

Jantamos no Ocus um sitio especializado em polvo,  estava muito bom e os cocktails impressionantes, mas na minha opinião over price.

O hotel sim é muito bom para o preço, agradável, bem localizado e com um serviço muito agradável.

Comemos e desmaiamos na cama para no dia a seguir aproveitar Bogotá

Colombia 

Colombia mais uma descoberta

Já estava a ressacar este último trimestre foi de doidos e sem viagens e eu confesso que já não vivia sobrevivia.

Desta vez o destino é Colômbia, Terra da shakira, do Pablo escobar e muitos outros.

Preparação da viagem zero, um bilhete de ida e volta, voos internos e um hotel em Bogotá. Mas não interessa investigo quando chegar.

IMG_7351 (480x640)Mala feita a correr e mil procedimentos antes de sair,mas quando entro no avião para Madrid já a sensação é outra.

Depois de um dia todo a voar chegamos à noite a Bogotá, cidade fria porque está a 2.600 metros e 2 horas depois já estávamos a sofrer de altitude.

Apanhamos um táxi depois de nos debatermos para apanhar os corretos pois tudo é um mega esquema e a viagem é desde logo uma aventura. O taxista era louco conduzia que nem um Walter, assustador.

Chegamos são e salvos ao hostel La Pinta, um hotel jovem e muito agradável por 20€  que tem um ambiente maravilhoso.

Finalmente !!! Quando inventam o teletransporte para facilitar a minha vida.