Sonhos de Criança

Vilamoura - marina Hotel Tivoli
Sonhos de criança

Quando somos crianças o mundo para nós é uma descoberta.
Sonhamos muito e vivemos num mundo cor de rosa maravilhoso.
Temos muitas vezes sonhos fáceis de concretizar e até muito divertidos.
Vilamoura - marina Hotel TivoliSe todos pensarmos nos nossos sonhos de criança todos vamos rir um pouco pois são tão simples e tão naives.
Depois crescemos e vamos matando esses micro sonhos, esquecendo como eles eram felicidades simples.
Esquecemos de ir comemorando as pequenas conquistas que temos, e pior achamos sempre que é pouco, que não vale a pena comemorar e às vezes até deixamos de ter prazer com elas.
Pois eu adoro comemorar as pequenas coisas : estarmos vivos por mais um ano, continuar casada, mudanças de emprego, quando fizemos algo e nos dão os parabéns, a compra de um bilhete de avião…. aprendi que há tanta coisa que temos garantido e que é tão valiosa.
Também aprendi a que me gozem por isso, ou me digam constantemente, que disparate, eu até queria mais ou isso não é nada.
Às vezes até comemoro escondida !!!
Mas porque vem isto tudo ?
A semana passada lembrei- me de um sono de criança tão simples e que me tinha esquecido completamente.
Quando era pequena passei sempre férias em Vilamoura, os meu país são o meu oposto, que tenho bicho carpinteiro e não consigo estar num sítio mais que duas vezes e há 30 anos que repetem o ritual de passar férias em Vilamoura .
E à noite em dias que não tínhamos partido a cabeça aos nossos pais tínhamos direito a um gelado na Marina de Vilamoura ( até hoje são os meus gelados favoritos )
Em publicidade isto explica – se muito bem pois são aquelas marcas que estão presentes na nossa infância em momentos felizes e que nós sempre que pensamos nelas temos uma sensação de felicidade porque nos remete para esse momento e compramos.
E sempre que ia à Marina olhava para o hotel Tivoli Marina hotel, que para mim era gigante!!! E dizia um dia vou dormir ali, bem virada para a Marina.
A semana passada quando por coincidência ia a caminho de Vilamoura para uma conferência e também por coincidência percebi que ia ficar no hotel, as sensações positivas chegaram ao meu cérebro e lembrei me que estava a cumprir um sonho de criança
Também me lembrei que já o podia ter feito e que com a idade esquecemos estes pequenos prazer que deveriam ser a razão de vivermos.

Momentos de verdadeira felicidade e que fazem a criança que vive dentro de nós rir outra vez.
Assim entrei no meu quarto com vista para a Marina e disse um dia é hoje !!!
Hoje escrevo para que não ignorem estas pequenas futilidades sempre que possam pois são elas que demonstram que crescemos para fazer a nossa criança feliz.
Claro que me vieram à memória mais mil delas… a lutar por elas…

Tradições são coisas que não se explicam

Tradição de Natal
Tradições são coisas que não se explicam

Este ano aconteceu-me aquela coisa que nunca pensei que me acontecesse – passar o Natal fora de Lisboa.
Que tortura não?
E para mim que amo o Natal e cada uma das tradições por mais tontas ou absurdas que sejam, imaginem o sofrimento.
NatalO casamento é isto dizem, para mim nunca foi, o casamento para mim nunca foi um sacrifício, sacrifício é tortura e não um casamento.
Acredito que o casamento é para gerar felicidade constante, deve ser aquilo que nos faz melhor e nunca o que nos faz o pior.
Por isso durante 13 anos apesar de ninguém perceber eu fui feliz a passar em Lisboa e o Tomás fora.
Feliz a ver todos os pais natais de Lisboa, cada um dos mercados de Natal, a decorar a casa e nos dias de Natal a passar os dias na cozinha que ADORO
Natal
Este ano não houve nada disso, nem um mousse fiz imaginem, nada. E em vez de passar o dia a cozinhar, passei o dia em bares com música de discotecas e a comer e a beber. Se alguém entender esta tradição me diga.
Passamos a tarde de 24 de bar em bar a comer e a beber e depois vamos jantar e  já tudo mais para cá do que para lá. Não há meia noite, não há pai natal, não há bacalhau e nem grãos. O amor do meu marido comprou bacalhau marinado e figos com nozes para não me sentir tanto em Marte.

Em vez de passar o dia 25 a ver o Sozinho em casa com a minha avó a amargurar os ladrões e a adorar o momento que eles sofrem como se fosse a primeira vez, passamos 10 horas sentados à mesa, como se um ritual de integração se trata-se.

Confesso que me dói o cu de tantas horas sentadas e acho que já tenho a cabeça verde de tanto fumo e tantas conversas cruzadas.

Tradições são mesmo isto coisas que não se entende. E eu a pessoa que não faz as coisas só porque são tradição: casei num break de almoço numa sexta feira, o meu vestido de casamento tinha vermelho, não fiz enxoval e não me apego a coisas.

Mas o Natal é aquela coisa que puxa por a única tradição que adoro e adoro cada uma. Não amo bacalhau, mas nem considero comer outra coisa no Natal, não gosto de bolo rei, mas não faz sentido não existir na minha mesa.
Nunca vejo filmes com os meus pais, nem avó e nunca repito filmes  e no Natal passamos o dia a ver filmes que já vimos 1000 vezes e parece que é a primeira.

Há pouca explicação para gostar destas coisas mas até sinto que o meu conforto fugiu por não as ter.
Estranho não? Isto por não ter casado com produto nacional.
Quem me manda?

Mértola

mertola Mértola no Festival islâmico

Mértola é daquelas cidades alentejanas que vale sempre a pena visitar, mas de 2 em 2 anos vale a pena não perder a oportunidade de ver o festival islâmico.

Onde toda a cidade de Mértola se transforma num mundo árabe, com souk, comida típica e espetáculos e mais espetáculos.

A cidade enche- se de curiosos e é necessário marcar com 1 ano de antecedência se queremos ficar a dormir dentro da cidade e é isso que recomendo. Pois assim vivemos o espírito todo do festival.mertola

Depois é só arranjar um programa e não perder nada e ter um pouquinho de paciência pois tudo enche e tudo demora um pouco mais.

Aqui ficam algumas fotos para se perderem e sentirem o espírito. 

Daqui a 2 anos vimo- nos? 

Mais restaurantes a não perder

Lisboa está cheia de novos restaurantes e é impossivel visitar todos mas aqui vão 2 recomendações de 2 restaurante s não perder:

Segundo MuelleSegundo Muelle – Sou louca por ceviches, mas o rgrande problema é que não há muitas opções para vomer um bom ceviche, mas depois deste restaurante isso já não é verdade. os ceviches são  de ir ao ceú e ficar lá. Todos com peixe muito fresco e as variedades são todas magnificas. Até o serve merece destaque. Não percam

Segundo Muelle Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

Cais Madeirense – uma bela surpresa é o Cais Madeirense. Restaurant  Cais Madeirense e de comida tipica madeireirse de excelente qualidade. excelente serviços e muito simpático e cada prato que provamos era melhor que o outro. Destaque para as lapas, as ameijoas à bulhão pato, o bolo de caco quentinho.

Cais Madeirense Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

Assim aqui ficam 2 fantásticas dicas para experimentarem no fim de semana.

 

Maravilha das low costs

Este ano com a família a aumentar de tamanho a escolha das férias foi feita com muita organização é avaliando muitos pontos.

A primeira solução foi ficar pela nossa casa de férias pois somos 5 a viajar e o ano passado já tiramos a barriga de miséria e temos que recompor as nossas economias. 

Mas entregando no Homeexchange desafiaram nós para vir para Ibiza e como podíamos recusar quando adoramos Ibiza. 

Começou a busca dos voos para os 5 o nosso limite estava em 500€ nada mais uma vez que não pagávamos casa. 
E se não fossem as low costs teríamos ficado em casa pois o mínimo que encontramos foram viagens a 250€ por pessoa.

Salvou a vueling com um voo a 80€ por pessoa.

a maravilha das low costsO voo foi maravilhoso, direto e como só as low costs fazem esforços para chegar a horas. Naturalmente foi tudo a horas.

Sim não escolhemos o lugar e a política de bagagens é mais apertada, mas basta pagar para escolher o lugar e levar bagagem e mesmo assim fica mais barato. Por isso porque pagar o que não precisamos? 

Eram 10 da manhã já estávamos no carro a caminho da nossa casa.

Maravilha das low costs continuem assim. 

Andanças 2016

Este ano comecei as minhas férias de uma forma diferente indo ao Andanças que já não ia desde os meus 21 anos.

E desta vez com a família toda atrás e não só com um grupo de amigos.

Depois do incidente de 4ª feira em que se queimaram 400 carros no parque de estacionamento do Andanças, ainda duvidei se deveria mudar de ideias. Quando se tem filhos este tipo de coisas acontecem, nem percebemos nós porquê.

Mas não mantivemos o plano, o meu marido sem perceber porque, porque odeia dançar e os meus filhos entusiasmados pelo desconhecido.

Assim pegamos nos nossos filhos e lá fomos para a aldeia de Escusa onde alugamos casa pois como só íamos um dia ao festival não podíamos acampar lá o fim de semana e alugar uma casa era a melhor solução.

A Aldeia de Escusa é linda aquelas aldeias perdidas do interior Alentejano e a casa era espetacular.

Jantamos em Portagem junto ao rio numa noite de Verão maravilhosa, no restaurante Sever que apesar de bom, na minha opinião era over price para a zona.

Acordamos no dia a seguir com as badaladas do relógio da igreja e preparamos o nosso espirito festivaleiro.

A primeira vantagem do Andanças, tenho a certeza que não encontrar ninguém  do trabalho num festival tão alternativo e assim foi.

Andanças

Depois de estacionar, meio a medo de onde se devia estacionar depois da mega desgraça, lá fomos caminhando para o festival passando pelo cemitério de carros que parte qualquer coração. É assustador ver aqueles carros todos em carcaças, destruição total. Só espero que todos recuperem tudo pois é realmente de doer a alma.

Bilhete pago e lá entramos, o festival cresceu imenso nos últimos anos e tornou-se num mega festival.

Os palcos triplicaram e o espaço é 10 vezes maior que há xxx anos a atrás,

Fomos estudando o programa e lá fomos correndo para não perder nada, os 40 graus dificultaram em muito o dia, pois 40 graus e a dançar imaginem, todo o nosso ouro foi gasto em água.

Desde Kizomba, a danças brasileiras, danças sicilianas, massagens tailandesas de tudo experimentamos um pouco.

Andanças

O meu marido claro meteu-se no espirito em menos de 5 minutos e adorou é nestes momentos que percebemos porque estamos juntos,

É de louvar um festival que não tem marcas por trás e está tão magnificamente organizado com restaurantes alternativos e espetáculos de não querer perder nada.

Noite no Andanças

Infelizmente houve um momento que as minhas pernas não aguentaram mais e tivemos que vir

Uma das aulas – Kizomba

Eu de coração cheio e cheia de vontade de voltar no dia seguinte.

Só espero que o Andanças se mantenha por muitos anos, o estilo de festival que adoro!

Esplanadas de Verão

O tempo tem estado bom e promete ser um Verão magnifico e a verdade é que há uma solução de boas esplanadas.

Por isso aqui vão duas excelentes soluções para aproveitar o bom tempo, impressionar e aproveitar cada segundo do sol em 2 esplanadas que considero um must. E quem não gosta de esplanadas pode aproveitar as vistas dentro pois os restaurantes estão pensados para todos

Madame Petisca

Madame Petisca

Confesso que a impressão quando se sobe é uaaaauuu, as vistas são de cortar a respiração e tem esplanada, mas mesmo se ficarmos dentro a vista também é maravilhosa pois o restaurante é todo em vidro.

E depois poderia desiludir no serviço ou na comida, mas não é o caso muito pelo contrário.

O serviço é atencioso e simpático e a comida ótima em todas as escolhas.

Adorei a Sangria, os croquetes e o tartaro; mas até é difícil escolher os meus preferidos

Não percam e percam-se neste restaurante

Madame Petisca Restaurante, Bar e Terraço Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

 

Maria Pia

Já não bastava terem umas vistas sobre Cascais lindas e agora tem um menu de Verão de almoço que é uma perdição

Mesmo o conceito que adoro de partilha e light.Maria Pia

Os cones são de não parar de pedir, seja o de Salmão, o de Robalo, o de Atum o melhor é mesmo comer um de cada um. Aproveita e vai com um grupo de amigos que será um almoço a não esquecer

As Sardinhas em Polenta são também uma perdição e o carpaccio de Polvo acabei quase a limpar o prato com os dedos.

Seja no intervalo da praia, num dia que não sabes o que fazer, ou mesmo uma reunião de trabalho é o local perfeito

 

Maria Pia - Seafood Lounge Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Top 3 Petiscos em Lisboa

Petiscos no Lagar do Cais
Petiscos no Lagar do Cais

Lagar do Cais

Estive lá esta 6ª feira e adorei, tem uma decoração fantástica que parece um lagar. O serviço é excelente e bastante rápido apesar de cheio. Adorei todos os petiscos: os ovos com alheira estavam deliciosos e nada gordurosos; os mesmo com as pataniscas e o pica pau de atum estava uma delicia. O restaurante ten um ambiente que apetece ficar pela noite dentro

308 801 894 – Rua de São Paulo, 27, Cais do Sodré,  –Lagar do Cais

 

Padaria do Povo

Eleita a minha nova cantina. O espaço é magnifico, Os petiscos também e o preço nem comento uma maravilha. No Verão tem uma esplanada que convida a ficar

308 807 752 – Rua Luis Derouet, 20, Campo de Ourique, Lisboa 1350 – Padaria do Povo

Topo

Topo restaurante - dicas para viajar; petiscos
Topo restaurante
Não é só petiscos, mas os petiscos são muito bons e a vista vale qualquer coisa.
Dentro de um centro comercial, mas na minha opinião uma das melhores vistas de Lisboa

21 5881322 – Centro Comercial Martim Moniz, Piso 6, Mouraria – Topo

Dia dos namorados

Quando pensamos em dia dos namorados pensamos logo em corações e mais corações.

Mas os dias de namorados é sempre um dia bom para sairmos do nosso dia a dia a dedicarmos tempo à nossa cara metade; nem que seja por isso já vale a pena.

E pode ser um jantar romântico em casa ou um jantar nos mil restaurantes que se dedicam a 100% a est dia e a criar um menú e uma noite inesquecivel.

E se não tem namorado/a não se dedique a amaldiçoar este dia, que tal juntar um grupo de amigas/os e i986228dee37f913d6a59d2a4c062c0a8rem todas jantar fora? é claramente uma noite para dedicar a quem mais gostamos.

Passem anos e anos a jantar com as minhas amigas nesta noite e era sempre uma noite memorável, sim porque não ser romântico nas amizades e surpreender os amigos que estão lá sempre para nós.

E como vos quero facilitar a vida vou dar sugestões de restaurantes para tudo ser mais fácil, basta cliclar e reservar e tenham uma óptima noite

Recuerda Amor – se o queremos é uma versão tropical do amor, porque não escolher o Recuerda Amor, comida da republica dominicana com muito sabor e com um ménu especial para o dia dos namorados  – 21 4193550/ 967234707 – Avenida 25 de Abril de 1974, 5, Loja A, Linda-a-Velha, Oeiras – Recuerda Amor

 

maria piaMaria Pia – romantismo é mesmo aqui com umas fantasticas vistas sobre oa baia de Cascais, não há Amor que dure depois desta noite. Aqui o menú é válido para sábado à noite e domingo por isso tem a opção de surpreender a cara metade na vespera e espalhar o espirto de romântismo por mais tempo.

O tartaro de atum que é a minha perdição está no menú por isso o jantar está garantido.

Passeio Maria Pia – Cascais – +351 214 835 348 – restaurante Maria Pia

Estória – descobriiu  a semana passada e eu estou apaixonada, a comida é deliciosa, o serviço muito atento e tem a melhor sobremesa do mundo – Pão de ló de azeite.estoria
O restaurante é intimista e permite mesas com alguma intimidade o que no   dia dos namorados sabe sempre bem. – http://www.estoriarestaurante.com/
Desejo a todos uma noite fantástica cheia de diversão!!!
E mesmo que não tenhas agora a tua cara metade, desafia alguém como tu e passa uma excelente noite com, amigas !!!!
La paparucha – as vistas valem por tudo, mas tem que se despachar pois há poucas meses junto à janela e marcar para este restaurante e não ter vistas, não é nada romantico. O menú para são Valentim são 45€ e é comporto por cogumelos, gratinados, ojo de bife na parrillada e corações de chocolate com morangos  e mousse de lima. o Horário está dividido em dois horários. .La paparrucha

 

 

 

 

 

Carnaval 2016

E num instante já estamos no Carnaval, digo num instante porque este Janeiro voou e ainda sinto o sabor do champanhe e das passas na boca e já estou a pensar em fatos de Carnaval.

E aqui em casa o Carnaval é uma elevada logistica porque com 3 filhos nada é fácil e eu gosto sempre de respeitar os gostos de cada um dentro de um budget disponível.

Assim depois de visitas a mais de 6 lojas temos: para 6ª feira um Faisca, uma princesa e uma rainha medieval, para Sábado temos uma familia de Policias e Domingo, um super homem, um esqueleto ou espanhola (ainda a definir) e uma pirata e nos restantes dias a rolar.

Mas depois de tanta logistica à que arranjar sitios onde exibir esta bela fatiota e não deu pouco trabalho, assim aqui vão algumas sugestões:

 

Maria Pia – se queremos glamour uma noite que lembre o Carnaval de Veneza é aqui que deveremos ir; tem um menu especial ou pode-se escolher à carta e nesta noite o restaurante fica aberto até mais tarde. – 6 de Fevereiro – Maria Piacarnaval Maria pia

Santiago Alquimista – Star Watss – Para segunda feira e para quem gosta do Satar Wars este é o local. Pode mascarar-se de uma das personagens da saga, mas isso não é condição para entrar nesta festa.- santiago alquimista

 

ADF – há festa todos os dias e é a resposta para quem procura uma festa mais descontraída – ADF

Sabado – 6/2 – baile com GRUPO PONTO FINAL
Domingo 7/2 – 16:00 – Concurso de mascaras infantis
Segunda 8/2 – Baile com GRUPO PONTO FINAL
Terça 9/2 – Baile com HAJAKALMA
Sábado 20/2 – Baile da pinhata com HAJAKALMA

Chapito -para 6ª feira um local com uma excelente vista e com um tema que dá pano para mangas – Critica Social – chapito

Mas tenho também algumas soluções fora de Lisboa e vou fugir do que todos já conhecem

Corso em Montemor o novo – 6 de fevereiro as 16h – simples, e para quem não gosta de muitas confusões é uma boa solução de divertimento.

Elvas – XX carnival internacional de elvas – de 4 a 9 de fevereiro uma verdadeira festa

Castro Verde -Entrudanças 2016 de 5 a 7 de Fevereiro, a vila de Entradas, em Castro Verde, recebe mais uma edição do Entrudanças. Este ano, o mote é “A Chocalhar o Entrudo”: 3 dias a escutar a musicalidade dos chocalhos. Entre as atividades programadas contam-se os concertos-bailes com Moços de uma Cana, Grupo Coral Vozes do Casével, Os Cardadores da Sete, Os Ganhões de Castro Verde, As Atabuas de São Marcos da Atabueira, Ana Valadas, mas também Duo Milleret Mignotte, Samba Sem Fronteiras, Orquestra de Foles, Paulo Bastos, Parapente700, entre muitos outros.