A caminho do Belize

Londres

Já andava em pulgas há algumas semanas por estas férias e estava desejando colocar-me a caminho do Belize.

As semanas de trabalho estamos a ser duras e muito desgastantes, a mudança da casa, de local de trabalho e as mil coisas para fazer estavam a dar cabo de mim.

Assim passei as duas semanas antes a sonhar com as maravilhosas compras que ia fazer em Nova York e nas praias maravilhosas do Belize.

voo canceladoTudo foi feito muito em cima da hora, pois tive que dar prioridade aos miudos,  como deixar tudo organizado para nada falhar quando não estivessemos cá: as idas para a escola, as voltas, a ida para o Alentejo … por isso a minha mala foi feita dois dias antes e à meia noite na vespera de embarcar estava a tentar fazer o check inn quando a mensagem que nunca queremos ver aparece no meu ecran – voo cancelado.

Juro que me correu um frio pela espinha de total frustação, a partir dai foi ter a certeza que não era um erro e tentar arranjar soluções, claro que à meia noite estava tudo fechado e tivemos que ir dormir sem saber se as nossas férias tinham ido para o lixo ou não.

Passei a noite a procurar alternativas para chegar ao Belize, mas nenhuma era boa.

Fomos dos primeiros a chegar ao check inn e claro que as nossas suspeitas confirmaram-se – voo cancelado e tinhamos 3 opções: receber o dinhero de volta; esperar até o aeroporto de Nova York abrir, aceitar fazer 3 escalas, duas dormidas e chegar um dia depois.

Claro que fomos pela ultima, esperar que o aeroporto abrisse não era para mim infelizmente uma solução pois as regras de férias da minha empresa, não me permitiam tirar um dia além do 1 de Abril; receber o dinheiro também não era  por isso apesar da viagem infernal, o perder um dia em Nova York fomos pela viagem dos demónios.

Ai fomos nós a caminho de Londres e eram 7 da manhã e já estava a ligar para a Nelly para jantar em casa dela, tirar sempre o melhor do pior e aproveitar para ver aHouston nba game minha amiga.

Houston nem nunca pensei lá ir mas já que iamos que tal ver um jogo de NBA pois jogava no dia que chegavamos e por sorte era a equipa que estava em primeiro lugar por isso esperava-se um excelente espectaculo.

E claro avisar em Belize que chegavamos mais tarde, adiar voo interno e tudo se resolve.

Viajar não é claramente o destino que interessa, mas sim o aprendemos e vivermos e mais uma vez com uma mudança de planos desgraçada, aprendi isso.

Adorei estar a jantar com a Nelly já morria de saudades dela e da familia, adorei o jogo de NBA e não perdi nada.

Compras em Nova York ficará para a proxima, boa razão para viajar outra vez.

Voos Baratos

 

Uma das questões que me colocam sempre é como arranjas sempre voos baratos.

A resposta poderia ser procurar, procurar, procurar, nunca se ficar pelo primeiro e pensar sempre em conexões além das que os motores de busca nos dão.

Depois há outras palavras que são chave:

– Ser flexível, ajuda muito na maioria das vezes não viajar ao fim de semana, e às vezes mudando a data 1 ou 2 dias pode fazer mesmo a diferença

– Receber as newsletters das companhias áreas e ser rápido, há muitas vezes promoções de 24 horas, e muitas vezes os voos esgotam em menos de 2 horas

– Rever as opções vezes sem conta, experimentar em vários computadores e sempre, sempre limpar cookies e pesquisar como incógnito

Eu começo sempre a pesquisa em agregadores de voos e muitas vezes escolho os destinos porque vejo uma oportunidade depois começo a procurar mais alternativas para baixar um pouco os voos.

Alguns exemplos de agregadores:

– Momondo – https://www.momondo.pt/

– Logitravel – https://www.logitravel.pt/

-Skyscanner  – https://www.skyscanner.pt/

– Kayak – https://www.kayak.pt/

– Dopop – https://www.dohop.com/

– Vayama – https://www.vayama.com/

– My trip – https://www.mytrip.com/pt/

Depois de checkar em todos estes ver diretamente nas companhias áreas e depois fazer mistos das duas opções para comprar a que nos encaixa mais.

Ao perceber as companhias aéreas que voo para o destino devemos estar atentos e tentar encontrar as melhores opções.

Se vierem que o voo não está no preço que pretendem, vão testando todos os dias, eles variam dia a dia e há dias piores para comprar – fim de semana.

Quando encontrar o voo que está dentro das expectativas, comprar logo, sem pensar porque amanhã pode já ter subido.

Se não encontrar crie alertas que o avisam de quando os preços variam de forma a encontrar sempre os voos mais baratos.

Assim estar atento e ter alguma flexibilidade de datas é crucial para encontra voos baratos.

E muitas vezes esses voos podem variar 200€/300€ e esse valor já dá para uma semana no destino.

Como viajar barato

Há dicas para quem quer viajar barato que não pode esquecer.

Também é importante ter consciência que  nem todos conseguem ou querem viajar viajar barato pois claro que existe coisas que viajar barato não permite quais são:

Comodidade acima de tudo, é impossivel tê-la

Tem sempre que se fazer um equilibro com o custo; alguns exemplos: transfers nunca são baratos, por isso a primeira coisa que recomendo é ir com a lição muito estudada e pode até ser no avião, mas quando se chega a um aeroporto tem que se saber qual a forma mais barata para viajar até ao hotel/destino

Hoteis podem não ser a opção mais barata

Depende muito de quem viaja, mas se for uma familia como nós, o hotel é a pior opção; apartamentos, homestays ou melhor ainda homexchange ( uma forma maravilhosa de viajar a muito baixo custo e com muitas garantias).; quando se viaja a 2 ou sozinho os hostels são claramente a melhor opção, por 3 razões: são mais baratos, por vezes mais tipicos e normalmente arranjam serviços mais baratos. Estudar e ler muito ajuda muito na procura dos melhores sitios – Tripadvisor e Lonely planet são excelentes ajudas.

https://www.lonelyplanet.com/

https://www.tripadvisor.pt/

Street food

A comida de rua é o que há de mais tipico de um país e também o mais barato, não fujam delas só por medo, qualquer um consegue ver se é um sitio limpo ou não, além da street food há também os restaurantes longe dos hóteis e claro nunca comer no hóteis de cadeias internacionais são caros e a comida normalmente muito má

Excell é o nosso melhor amigo

Ter um budget é crucial e cumpri-lo mais ainda para não acabar as férias e termos gasto o que tinhamos e o que não tinhamos. E em função desse excell equilibrar as coisas, se um bom hotel é importante então poupa-se noutra coisa

Be local

Quando estamos na nossa terra olhamos para os turistas e pensamos o que estão estes senhores a fazer neste restaurante vão pagar 10€ por um café ou vão comer péssimamente por isso pensem assim quando estão fora. Claro que se estão na praça de são marcos e querem almoçar na praça vão gastar e muito e a probabilidade de comer bem é nula, utilizem o tripadvsor, utilizem aplicações ou explorem as ruas lateriais ou perguntem …

Espero que ajude a viajar barato

Boas viagens !!!!

 

 

 

 

E hoje tudo começa 

E hoje é o dia que começa a grande aventura … Com quilos de malas nunca viajei tão pesada .. Muito material para entregar em Timor e um desejo enorme de aproveitar o mundo.

IMG_2619A única tristeza que deixo para trás é a minha menina de acolhimento de quem vou ter muitas saudades é claro a família.

Mas levo principalmente uma coisa que nunca tive –  Tempo –  que é claramente a coisa mais preciosa que temos . Vou ter tempo para tudo, relaxar, ajudar muito, olhar e simplesmente apreciar.

A todos os que ajudaram para isto ser possível obrigado.

A quem contribui financeiramente prometo que vou prestar contas de cada cêntimo e deixar o vosso cunho em Timor

Viajar

viajar

 

Viajar é o refresco da alma

Viajar é realmente o refresco da alma, vimos coisas para além do nosso imaginário, relembra- me sempre que sou uma privilegiada por ter tudo o que preciso, mas também me relembra que a vida é curta e que devia de aproveitar mais, relativar mais e dedicar mais tempo ao que é importante e menos horas ao trabalho.
Objectivamente quando chego esqueço isso em 2 dias, mas é sempre bom relembrar me.

O que é importante para conseguir fazer as viagens da nossa vida , aqui vão algumas dicas :

– estabelecer um budget e não sair dele, as férias passam a correr e não merece endividar-nos por elas(não é desta vez que vamos às Maldivas, não faz mal procuramos algo parecido )

– saber bem o tipo de viajante que somos e onde está o nosso limite e o nosso prazer, não vale a pena pensar numa viagem de mochila às costas quando odiamos carregá-la, odiamos comboios cheios de gente e passar o tempo a negociar

– saber o que nos vai fixar , as datas das férias ou o destino, não devem ser as 2 porque assim será difícil encontrar um bom preço para o voo, e depois procurar em sites como o skyscanner e afins. Mais importante jogar bem com as escalas, principalmente para nós que vivemos em Portugal, muitas vezes um voo que sai de madrid ou Amesterdão é bem mais barato e para nos é barato chegar até la

– estar atento as promoções das linhas aéreas – parece óbvio

– depois de ter o avião chega o momento de ir ao improviso ou levar tudo marcado depende mais uma vez do tipo de viajante ( os 2 têm vantagens e desvantagens)

– ao escolher o hotel ler sempre críticas sobre ele estamos a falar de pessoas que já la tiveram por isso vai ajudar mto. Tripadvisor, agoda, homeway são sites cruciais

– saber sempre que somos turistas e que nós vão tentar vender e contar muita coisa que não é precisa ou verdade, é muito importante saber dizer não, saber os preço médios das coisas

– mas mais importante que tudo é explorar, sair do normal , falar com as pessoas, descobrir aquela praia sem ninguém , aquele restaurante especial hiper típico….

E pensar que os cuidado que temos em casa são os cuidados que devemos ter fora.

Uma viagem terá sempre muitas histórias para contar e só por isso vale a pena