Londres

E já vai mais de uma semana que por aqui ando a trabalhar.
Agora no meio do nada chamar isto Londres até é ofensivo e porque vir para 80 km do centro ?

IMG_9635Não consigo encontrar justificação.
– O hotel continua a ser caríssimo
– é um local que inspira zero, ao lado de uma pista de aviões sem nada impressionante por perto
– o almoço são horríveis neste hotel, mas a um nível nada nada aceitável: hoje tivemos um rissoto cru e empapado e uns noddles moles e sem sabor, salvou- nos as salsichas
– o serviço no hotel é muito bom mas imagino que deve haver outros hotéis com bom serviço em Londres
– se o objectivo é não fazermos mais nada conseguiram, pois não há mesmo nada
O hotel chama-se Aviator e a realidade é que os quartos são bons e confortáveis, mas realmente não percebo o ponto de porque um hotel aqui é porque vimos para cá ter uma formação .

Mais impressionante um colega pediu para fazer late check Out e a resposta foi sim pode fazer mas tem que pagar, isto quando temos mais de metade dos quartos reservados para nós – SurealIMG_9638

 

 

 

Mondrian Hotel

Ao fim de 10 anos a trabalhar na Mec e depois de muitas viagens finalmente abriu um hotel decente mesmo perto dos nossos escritórios, já estava cansada das alcatifas com bolor, do cheiro a tinta ( sim porque insistem em pintar os quartos e a ter clientes no mesmo dia )
Finalmente abriu o Mondrian a 2 minutos a pé do meu escritório é um hotel excelente em todos os sentidos.
Novo, moderno, quartos enormes, boas vistas.
Tudo perfeito… O mini bar tem tudo mesmo tudo … Por isso neste hotel estariam prontos para qualquer desafio!!!!!

Londres

Vir a Londres para mim é sempre mais que uma viagem de trabalho é quase como um choque elétrico- sim estás viva, sim contínuas a ser uma boa profissional, sim há locais que te iriam desafiar muito mais.
Desta vez vou ter a minha maior estádia em Londres uma semana e pouco e 2 workshops, que sorte !!!!
Já cá estou há 3 noites e já tenho mil ideia na minha cabeça apesar de o frio gelado quase me congelar.
Tive 3 dias para falar com os futuros da minha empresa que é sempre estimulante e do mais competitivo também e a Sorte de ver apresentações que nos mostram o futuro apresentadas pela nata do Management inglês.
Adoro !!! Confesso e isto tudo numa cave imaginem se fosse num sítio com umas boas vistas.
O hotel como já comentei foi fantástico e ontem jantamos no Savoy hotel numa sala privada, um luxo que nunca teria acesso.
A comida era maravilhosa e os empregados do mais discreto que já vi.
Hoje finalmente pude caminhar 1 hora por Londres e adoro este correr de pessoas apesar dos 0 graus.
Agora espero pela minha família num apartamento mais modesto mas também muito agradável Belgravia apartments junto a Victória station.
Deixo- vos com algumas fotos do meu primeiro passeio.
Amanhã é para fazer turismo!!!!

IMG_9375

IMG_9381

IMG_9377

 

Londres always a good experience

Estive em Londres há cerca de 1 mês e estava um tempo maravilhoso, acho que nunca tinha apanhado um tempo tão bom.IMG_5303

Aproveitei para provar alguns mercados que também chegaram a Londres, explorar alguns restaurantes novos e claro dar umas voltas por esta cidIMG_5306ade maravilhosa.

Começando pelos mercados que também já são um sucesso em Londres: Borough Market em Southwark, pode-se provar um pouco de todo os tipos de comida e o ambiente é excelente; os preços são bastante em conta.

Temos também o Maltby Street Market mais alternativo, mas eu gostei mais, tem um local para beber cocktails com gin que não se pode perder – Little bird, temIMG_5311 também uma banca de kebabs deliciosos. É um fantástico mercado para passar a tarde.

A comida tem um preço muito razoável. IMG_5297

Fomos também jantar ao Com viet um fantástico vietnamita onde ser pode comer um bom Pho, mesmo no centro de Londres,

Provamos uma ginger beer de estragão que adorei e que gostaria de beber mais.

E claro aproveitei para ver a minha amiga Nelly que tanta falta me faz aqui em Tugolândia.

Foi um fim de semana que já me dá saudades!

 

 

Heaven exist and I was there

Nunca falei muito do meu trabalho aqui e nem é isso que interessa, a maioria que lê este blog nem deve saber o que eu faço ( ou então sabem todos porque são só os meus amigos que lêem ), mas já viajei bastante em trabalho agora menos porque a crise até isso nos tirou, mas nunca escrevi no blog sobre isso porque não são o tipo de viagens de prazer e de mochila às costas a descobrir o mundo.
Mas hoje que estou em Londres vou ter que fazer um post sobre uma viagem de trabalho, porque nesta viagem conheci o ceú, e descobri que o que eu sempre disse que não queria ser – CEO, vou ter que ser só para criar uma pequena sucursal do céu em Portugal.O ceú é trabalhar no Google em Londres, já sei que há melhores Googles que este, mas se eu acho isto o ceú imaginem o resto, o meu fraco coração não iria aguentar.
É tão bom, tão bom que eu estou disposta a trabalhar pro bono, só para puder entrar naquela porta todos os dias, com um cartão que me dá acesso a tudo o que sempre acreditei. Se alguém do Google ler isto eu faço mesmo pro bono ( se calhar é melhor escrever em inglês) – I will work for Google even in pro bono just to feel heaven once more.
Mas vamos a factos:
– as pessoas têm um ar feliz por trabalharem ( não me lembro a última vez que vi alguém assim)
– acreditam que a produtividade está de mãos dadas com momentos de prazer e relax e não é só uma frase que vem num guia de acolhimento, todo o edifício está orientado para isto, senão vejamos
– há salas de relaxamento em cada canto, com sofás ( confortáveis ) , livros …
– há uma cadeira para poder fazer a sesta ( dizem que depois as pessoas ficam mais focadas).
– há um ginásio gratuito no ultimo piso, que se pode usar durante as horas do trabalho, para relaxar e depois pensar-se melhor
– há salas de massagens com massagistas à disposição, e sim tb durante o horário laboral
– há 2 refeitórios com todo o tipo de comida que possam imaginar gratuito, e quando digo todo o tipo de comida é mesmo todo o tipo de comida: há pipocas, gelados, caixas e caixas de frutos secos, todo o tipo de refrigerantes e um bufett imenso
– não contentes com isto há mini salas de cofee break com todo o tipo de snacks, chocolates, cereais, sumos, sandes, todos aqueles pequenos pecados que desejamos ( na minha empresa há uma máquina com chocolates e bolos com semanas e custa 1.50€)
– há mesas de Ping Ping
– há mesas de snooker
– matraquilhos
– cantinhos com arcas de gelados de todo o tipo
E fundamentalmente há pessoas por todos estes espaços a usufruir disto, sem olhares de lado, sem não devias estar a fazer um PowerPoint de 1000 slides …
Eles chamam-lhe o “Google way”, pois na minha modesta opinião o ” Google way” tem-se saído muito bem e não percebo porque não há mais empresas a fazer um pouquinho disto? Não peço tudo, só mesmo um pouquinho, será que não gostamos mesmo que as pessoas sejam felizes no local onde passam mais tempo?
Aplicamos o ” torture way” que claramente está a trazer muito mais resultados, pois eu olho à minha volta e só vejo pessoas cheias de medo de perder os seus empregos, que não gostam do que fazem e tentam fingir que o fazem bem melhor que os outros e que como arma para produzir mais embora lá cortar feriados, e férias e fazer as pessoas sentirem-se mal sempre que desejam ir de férias.
Basta entrar numa instituição pública e vemos o espelho dos felizes no local de trabalho, mas infelizmente muitas “trendy” multinacionais estão a ir por aí também.
Hoje estive no paraíso e gostava tanto de trabalhar no paraíso ….
Considero que trabalho e produzo muito, mas penso que me poderia superar ainda mais num ambiente destes, fica lançado o desafio… Será que ainda querem uma “velhinha “aqui?
Se alguma pessoa com muito poder vir este post, arrisque passei um dia lá e pareceu-me que havia muitas pessoas brilhantes e a produzirem bem mais que nas empresas em Portugal, não valerá a pena apenas tentar ?http://flipagram.com/f/f0Qxi85f7i

Londres

Há algum tempo que não vinha a Londres concretamente desde Março, e como vim em trabalho, de Londres vi pouco ou nada porque a agenda de trabalho era impossível: almoço e jantares incluídos o que não dava para dar escapadinhas.

Mais deu para rever bons amigos … A minha amiga Nelly e os seus fantásticos 3 filhos.
E 2 colegas que têm o privilégio de agora estar aqui a trabalhar em Londres.
A destacar destes 3 dias :
– aqui é realmente Natal e não aquela tristeza de Portugal em crise que tem um Natal sem luzes, sem espírito.
– a maravilha da organização, adoro que todas as reuniões começam a horas e cumprem os horários ao minuto, como adorava ter isso em Portugal.
Cada vez mais acredito que não nasci para trabalhar em Portugal a eficiência fascina-me tanto e há tão pouca em Portugal.
– uma fantástica actividade Team buiding pela cidade de Londres com um Black cab com uma equipa fantástica e com um merecido primeiro lugar destacado …. Como adoro ganhar principalmente quando fomos realmente bons.
– Por ultimo pelo privilégio de ter estado sentada a uma mesa com representantes de toda a Emea e muito bons representantes, faz acreditar no futuro do mundo e desafiamos ainda mais.
Adorei estes 3 dias e como custa voltar para a deprimente realidade portuguesa … Aqui ainda se pode sonhar …. Coisa que já não consigo em Portugal.