Sabática 2 anos depois

Fez na 5ª feira 2 anos que partia para uma das melhores experiências da minha vida a sabática. Não sou uma pessoa nostálgica, nem saudosista, mas confesso que esta semana me tem batido forte ambos os sentimentos.

A sensação de liberdade e tempo que senti nesses 4 meses são algo único e sem preço.

Tudo o que aprendi, mudei e conheci vale mais que muitos anos de experiência.

timorTomei muitas decisões nesta sabática e muitas delas até hoje se mantêm:

  • iniciei um curso de professora de Yoga para crianças que acabei e logo comecei a dar aulas e é um dos meus pontos de fuga que me trazem mais felicidade todas as semanas
  • comecei o curso de professora de Yoga para adultos, e estou a adorar
  • com o meu marido mudamos completamente a lógica dos nossos filhos e nunca mais os nossos filhos saíram da escola às 19/20h
  • adotamos mais um filho
  • e principalmente descobri que os sonhos existem, mas que devemos lutar por eles e não passar a vida toda a sonhar, senão nunca teríamos esta sensação que tenho agora de saudade e nostalgia, mas ao mesmo tempo os flash dos momentos de todos estes dias dos 4 meses

E tive coisas que nunca mais vou esquecer por mais simples que sejam:

 

  • sim é possível ler 12 livros em  12 semanas e lembro-me que cada um deles com um detalhe que não me lembro de outros que li: Dorothy; navio de opio; Estrada real; daddy’s little earner; casamento em Veneza; Las edades de Lulu; Family tree; Room; Grey; ghost Girl; bali daze; um casa de chá em cabultopu honi timor
  • tudo o que pensamos que é crucial para vivermos, não é, pois a felicidade faz-se com coisas tão simples como um abraço de 20 crianças ao mesmo tempo, um mergulho onde nos cruzamos com uma tartaruga; um nasi goreng na rua a 1€; uma cabana onde entra todo o tipo de animais e sem casa de banho na praia; casas que nos abriram sem cobrar nada e sem pedirem nada em troca e podia estar aqui uma noite
  • que basta dar o nosso tempo que muitas ongs agradecem pois não têm recursos nem capacidade para ir além das necessidades básicas
  • os amigos vão acompanhar-nos sempre estejamos nós onde estivermostopu honis
  • é possível crianças viverem sem tv, telemoveis, tables e brinquedos e são hiper felizes com uma folha de bananeira a escorregar por uma ladeira a tarde toda e a rir como pouca vezes os vi
  • que quando nos deparamos com a nossa família 24/07 acontecem micro momentos de felicidade constantes, que na loucura e no stress do dia a dia nunca mais conseguimos reproduzir
  • que o maior lider que conheci e que mais me ensinou sobre liderança, encontrei no meio do nada, num local que para chegar são necessárias mais de 24 horas, sem praticamente acesso às novas tecnologias, mas que geria 150 pessoas numa estratégia de auto responsabilização única e com um nível de sucesso que não conheço igual

tartarugas bebesDeixo algumas fotos que nesta última semana têm cruzado pela minha cabeça a cada segundo.

 

Resumo de uma sabática

Resumo de uma sabática

Hoje mais que um post a falar de uma viagem vou postar um link que resume quase após um ano uma aventura deliciosa e a prova que ainda há pessoas que valorizam esta experiência – resumo de uma sabática

Espero que vos inspire tanto este texto como me inspirou escreve-lo !!!!

 

E que inspire muitas pessoas a lutarem pelos seus sonhos que só isso nos mantem felizes

 

O resumo de uma sabática

Salão Erótico de Barcelona

Neste periodo que estamos em Barcelona apanhamos o salão erótico e como a curiosidade matou o gato … lá fomos nós.

Mas primeiro tenho que comentar o impacto que faz dizer que se vai a um salão erótico:IMG_6528

– primeiro as pessoas acham que a privacidade é crucial, ouvi coisas como é melhor deixar o casal ir sozinho… realmente não percebo o conceito de deixar o casal sozinho quando nós vamos a um sitio com 2.000 pessoas; depois o que acham que vamos ao salão erótico fazer ?acham que vamos a correr para o primeiro canto?

– depois há os preconceitos de quem nunca foi e nem sabe o que é e especula como se o salão erótico fosse um antro

– e por ultimo há o negar à partida uma ciência que se desconhece, para dizer mal, ou opiniar é preciso ir e ter opinião; depois pode-se chegar à conclusão, que é horrivel, que não é para si …. antes é realmente dificil.

E no fundo o mundo é um reflexo de todas estas atitudes, tudo o que desconhecem falam mal, nega-se  sem sequer pensar ou considerar e por isso a sociedade é tão cheia de tabus e preconceitos.

IMG_6509Eu tenho a teoria que tudo se deve ver, analisar, depois posso chegar à conclusão que não é para mim, mas pelo menos dou o beneficio da dúvida.

Focando agora no salão erótico de Barcelona.

A dimensão é grande e o público diversificado: há realmente dos 18 aos 80 e grupos, casais …

O ambiente é calmo e bastante selectivo e os bilhetes nem são assim tão caros 20€

Depois há shows para todos os gostos: heterosexual, homosexual, gay, sado, dominantes …

Confesso que tenho 39 anos e houve muitas coisas que me surpreenderam e ainda estou a digerir, mas realmente viajar é mesmo isto, aprender coisas novas, ficar a pensar nelas, digerir e até ter muitas perguntas.

O salão erótico é também isto e não se preocupem não morde e nem é obrigado a nada, podem lá ir apenas para comprar umas cuecas novas, ou ir lá e participar nos shows, a decisão é tua.

 

 

 

 

 

Singapura

IMG_6039 (480x640)Singapura até à data era uma cidade de transito para nós, mas esta vez aproveitamos para ficar 5 noites nesta cidade que é o HUB da Ásia e que tem tantas regras.

Apesar de tudo o que passamos aqui, adoramos a cidade adoramos completamente é daquelas paixões rápidas e intensas.

Mas vamos por partes o que adoramos: IMG_6032 (640x480)

– É limpa quase se pode lamber o chão ( não ao extremo do Dubai, mas bastante limpa)

– Organizada e tudo funciona

– Tem imensas coisas para ver; estivemos aqui 5 dias e teremos que voltar

IMG_6059 (640x480)– Food courts deliciosos com toda a comida da Ásia, não perder esta magnifica experiencia gastronomica

– E tem uma segurança única no mundo, como dizia um condutor do Uber, se alguém rouba ambo em menos de 10 horas é apanhado

– Tem uma ilha de parques de diversão( quem tem isso?), nós só conseguimos visitar a Universal Studios; mas poderiamos passar aqui a vida pois há mais de 20 , em Portugal nem 1 há ….IMG_6055 (640x480)

– os jardins são lindos e modernos – não perder Gardens by the Bay

– Little India; Arab Street; China town

E a marina bay imponente e agradável

Little India
Little India

Mas claro que esta licença foi também premiada com momentos dificeis, deve ser um teste para ver se queriamos mesmo isto e aqui passamos também o pior.

O Tomás teve que ser operado de urgência e confesso que aqueles 5 segundos em que o médico diz: ” vocês tem um abcesso na mão que se está a espalhar pelo corpo e tem que ser operado de urgência, vão ficar gravados na minha memória durante muito tempo, pois o pânico é que se espalhou pelo meu corpo em micro segundos.

E assim transformou-se os ultimos 5 dias desta magnifica viagem numa estadia de 24 horas horriveis num hospital.

Chinatown
Chinatown

Claro que como estavamos em Singapura o horrivel é relativo, pois a equipa de médicos foi excelente e o serviço do hospital também e nem falemos da conta….

Universal Studios
Universal Studios

Em menos de 1 hora ele tinha a operação marcada para as 7 da noite  fizeram todas as análises e as 18h59 (literalmente) estava a entrar na sala de operações para levar uma anestesia geral e ser operado e eu confesso que no momento que ele entrou na sala de operações e eu fiquei com os 2 miudos o chão saiu-me dos pés.

Mas tudo correu bem e hoje que já vamos a caminho de Lisboa tenho um marido com 6 pontos na mão e não me parece que muito traumatizado.

Podemos dizer que ficou a história arrepiante para nos lembrar sempre, que mesmo nos momentos de mais felicidade tudo pode desaparecer num segundo, por isso temos que aproveitar cada minuto e no fundo foi este o lema destIMG_6171 (480x640)a viagem de 3 meses – Aproveitar o momento e fazer o que nos dá prazer.

 

Alguns links importantes de quem queira ir a Singapura:

 

Sentosa -ilha da diversão – http://www.sentosa.com.sg/en/

Gardens by the bay – http://www.gardensbythebay.com.sg/en/home.html

Chinatown – http://www.chinatown.sg/

Litlle India . http://littleindia.com.sg/

Gleneagles hospital – porque nunca sabemos;  mas só vão lá com um lebo seguro – http://www.gleneagles.com.sg/

 

 

 

 

 

 

Uma vida depois de uma sabática?

IMG_4857 (459x640) Nestas últimas semanas que me restam antes de voltar na minha cabeça só está como vou conseguir trabalhar depois disto?IMG_4767 (480x640)

Sou um pessoa muito pragmática e sei que tenho que trabalhar e que preciso por isso nada de pensamentos gloriosos de esta experiencia mudou tanto a minha que já não voltou a trabalhar e infelizmente não descobri a pólvora como viver sem trabalhar nesta experiência.

Muito pelo contrário 4 meses sem receber um ordenado e a pagar as despesas fixas mais as despesas de viagem é uma ruina nas finanças de qualquer um.

Mas também sempre foi para isso que juntei por isso estou a gastar cada uma das minhas economias com muito prazer e cada dia vale o dinheiro que não ganho e dinheiro que gasto.

No entanto gostava que esta viagem muda-se a forma como trabalho e gostaria que quando voltasse em Outubro este espirito relaxado que nunca senti na vida antes me conseguisse acompanhar e conseguisse viver com um pouco dele.

Sei que é só uma utopia, mas vou pelo menos tentar.IMG_4665 (480x640)

Outra coisa que percebi nestes meses é a distância que temos dos nossos filhos quando estamos na loucura do dia-a-dia, nesta viagem percebi isso com uma clareza assustadora.IMG_6086 (427x640)

E não tem a ver com o tempo que lhes dedicamos tem a ver fundamentalmente com a intensidade do tempo que dedicamos.

No dia-a-dia quando estamos com eles temos mil coisas a acontecer: preparar o jantar, preparar a roupa do dia a seguir, colocar roupa a lavar, apanhar outra, manter a casa arrumada, marcar consultas de médico, tentar perceber como lhes correu o dia, encontrar atividades que eles gostam, ajudar com os trabalhos e nunca estamos centrados só numa coisa.

Aqui estamos sem nada para fazer completamente centrados em nós os 4 o que nos dá para perceber tudo com muito mais calma.

IMG_4545 (480x640)O David claro que está a aproveitar isso que nem louco, a Ana que no dia-a-dia em Portugal se vai escapando com as suas mentiras e trapalhadas, que por mais atentos que estejamos nunca o conseguimos estar a 100%, aqui está como numa beco sem grendes saidas onde todas as suas mentiras e trapalhadas são apanhadas; mas será que vai aprender? Ela precisava que 2 anos nossos de sabática, mas infelizmente isso não é possivel.. Para os dois também está a ser uma experiência muito diferente.

Como vamos conseguir voltar à nossa vida depois desta pausa; eu espero que todos o consigamos de uma forma diferente, mas eu pelo menos espero que o stress do dia-a-dia não me leve a antes destes 4 meses senão tudo o que aprendi aqui não vai valer a pena.IMG_6072 (427x640)

North Sulawesi

A ilha de Sulawesi é bem diferente da sua irmã Bali, poucos turistas, tudo mais rustico, não são hinduístas, mas sim católicos e muçulmanos; por isso até parece que estamos num país diferente.

Brown Sugar
Brown Sugar

Começamos a nossa visita de Sulawesi a não fazer nada numa villa alugada no norte de Manado, com um staff 100% indonésio que nos fazia umas refeições maravilhosas.

Depois fomos para o Cocotinos um hotel ao sul de Manado onde nos dedicamos ao mergulho, um paraíso o parque marinho de Bunaken, com muito peixe, tubarões e tartarugas.

Hot Springs
Hot Springs

O snorkelling é difícil pois as correntes são muitas e as prioridades dos barcos sempre os que fazem mergulho e não snorkelling, o que me obrigou a ficar um dia exausta na água mais de 20 minutos.

Depois de praia e relax viemos para a montanha explorar a estranha cidade Tomohon, ficamos num hotel 100% de montanha, com casas de madeira e dedicamo-nos a visitar os vulcões , sendo que um deles entrou em atividade e a qualquer momento se espera uma erupção, logo esse não o podemos subir, mas apenas admirar de longe.

Vulcão em actividade
Vulcão em actividade

A população de Tomohon também é algo sui generis pois comem tudo o que tem patas o que confesso que não é algo que me agrade e que me deixa bastante desconfortável. O mercado de Tomohon é o reflexo de isso onde se vende cães, gatos, morcegos, ratazanas para comer, claro que eu nem consegui entrar em tal massacre e só de saber fico mal disposta.IMG_5324 (640x480)

Claro que o sórdido do meu marido foi ver e ainda tentou contar-me, dispenso … Acredito piamente que olhos que não veem coração que não sente e se não posso fazer nada para alterar prefiro manter-me longe.

Grean Lake
Grean Lake

Os dias passamos em vistas aos Vulcões e ao seu espaço envolvente, descoberta dos lagos e as hot springs que são sempre um bom momento de relax.

Brown Sugar
Equilibrio Indonesio

Os miúdos tiveram ainda a experiência de pescar com os locais num dos lagos em que o David em pouco tempo pescou um peixe, qual não foi a sua felicidade…..

A comida é bastante boa aqui no norte embora se tenha que estar sempre bem atento, mas o Rica rica um tipo de molho picante vai colorindo todos os pratos, Peixe Rica Rica, porco rica rica … e é um molho verdadeiramente delicioso.

 

IMG_5356 (480x640)Ps – já li o meu 10º livro , Tânia Castanheira este livro tens que ler, é uma história  arrebatadora de uma criança envolvida numa história familiar assustadora – psicologia ao seu mais alto nivel

 

 

Jodie O’ Shea Orphanage

IMG_4414 (480x640)Hoje foi mais um dia dedicado ao voluntariado e a nossa escolha caiu numa fantástica instituição perto de Sanur que alberga 89 crianças que estão aqui todas com histórias de passado muito pesadas.

No entanto quando se entra tudas as más histórias parecem ter ficado para trás.

A Lisa uma Autraliana mostrou-nos todo o Orfanato e contou-nos um pouco a história desta instiuição que nasceu em memória da Jodie que morreu no atentado bombista de 2002 de Bali,

As condições são bastante boas, onde cada quarto dá para cerca de 8 a 10 crianças e onde cada quarto é responsabilidade dessas crianças: arrumação e limpeza; todas as semanas cada criança é avaliada e no final do mês as mais bem avaliadas têm direito a uma saída especial: ida à praia, cinema …

As casas de banho são do estilo de Topus honis – banho por balde ..IMG_4441 (640x480)

Têm aulas de música e um professor que dá apoio às crianças depois da escolas, pois a maioria que entra nunca foi à escola e muitas vezes estamos a falar de crianças de 8, 9, 10 anos; logo tem muito que apanhar.

Depois das apresentações feitas fomos às compras, para isso tivemos 2 meninas que foram umas fantásticas ajudantes a ajudar a encontrar tudo da lista no supermercado, para elas é também um dia diferente pois saem e vão ao supermercado.

A lista que nos deram para comprar não podia ser mais racional: frango, vegetais, fruta, tofu, produtos de limpeza.

IMG_4411 (640x480)Com 1.500.000 rupias conseguimos encher dois carrinhos que acreditamos que vai ser uma grande ajuda; para chegar a esta quantia só foi possivel com a ajuda de muitos e para isso muito obrigado por acreditarem nesta nossas viagem e em ajudarem além fronteiras: Teresa; Pedro; Paula; Ines; Sónia, Inês; Vera; Filipa; Tânia; Susana; Bernardo; Isabel; Leonor; Sónia mais uma vez muito obrigado.

Deixo algumas fotos que são muito mais que qualquer palavra que possa escrever.

Os meus filhos adoraram ir às compras de algo que não iam usufruir nada e foi maravilhoso vê.los a querer colocar tudo no carro para elas… espero que esta experiência fique na memória deles como fica na nossa.

Tiveram ainda tempo para jogar futebol com eles e vinham deliciados.IMG_4407 (480x640)

Claro que o dia de hoje não foi tão intenso como Topu Honis onde passamos tanto tempo, mas mesmo assim encheu-nos o coração de felicidade e foi muito melhor que mais um dia de praia,IMG_4454

 

Ps – Acabei o meu 8º livro “Room” um livro perturbador de uma rapariga de 19 anos que é raptada e fechada num quarto, sendo abusada e maltratada pelo seu raptor, tendo um filho dele Jack. Para mim foi um livro impressionante e que recomendo a todos, tirou-me algumas noites de sono.

 

Sanur – Bali

IMG_6033 (640x427) Estes dias em Sanur têm sido de total prazer.

Fizemos um curso de culinária IMG_6008 (640x427)Indonésia fantástico com a preparação de 6 pratos Indonésios e começando com as compras no mercado.

A ida ao mercado foi muito interessante em que metade do mercado são bancas a vender coisas para as cerimónias de tão importantes que elas são; carne só há uma banca por ser tão caro, os locais só a comem em momentos festivos.

Depois começou a execução de 6 pratos Indonésios Beed Rendang; Ayam Satay; Ikan Pepes (o meu favorito); Soto Ayam; Mie Goreng e black sticy rice; todos os pratos são deliciosos e saimos do curso a rolar de tanta comida que comemos.IMG_5977 (640x427)

Temos feito Yoga todos os dias também o que tem sido fantástico porque temos experimentado todas as correntes e as várias variantes,

IMG_5966 (640x427)O David também já experimentou uma aula de Yoga para miudos, mas considera que o dos adultos é bem mais desafiante….

Os almoços e jantares têm sido perfeitos momentos gourmet em que cada dia nos apaixonamos mais por esta fabulosa comida; os Warungs ( restaurantes locais) são todos lindos e com uma comida maravilhosa.IMG_5927 (640x427)

 

 

Bali que bom é voltar

IMG_4142 (480x640)  Em 2007 vim à Indonésia pela primeira vez visitei Bali e Lombok e fiquei apaixonada por este país, principalmente por Bali.

Em 2007 eramos um casal solteiro, sem filhos e cheios de vontade de viajar.

Em 2015 voltamos, casados, com 2 filhos e muito tempo para viajar e mais vontade ainda de o fazer, durante todos estes anos temos ouvido o quanto Bali está destruido, cheio de turistas, caótico … mas não foi o que vimos quando chegamos.

IMG_4128 (640x480)Bali sempre foi caótico, agora tem auto-estradas o que demonstra que tem crescido, mas continua o paraíso que eu conheci, o cheiro do país é o mesmo, um cheiro que adoro e dificil de definir, o cheiro é consequência das oferendas constantes aos deuses que estão nas portas dos templos – um cheiro único.

As casas continuam a ser lindas, os restaurantes de sonho e a comida de babar.

Começamos a nossa viagem de Bali por Sanur numa casa do Homeexchange linda.

IMG_4137 (480x640)Chegamos exaustos, a viagem até aqui foi do mais desgastante pois quando chegamos ao aeroporto não encontravam o nosso bilhete, claro estava marcado para a mesma data em 2016, como é possivel fazer um disparate destes ??? O stress da antecipar deu nisto e deu em horas no aeroporto, muita choraminguice, espera até à última que um voo que estava em overbooking tivesse 4 lugares livres mesmo no fim do checking lá nos deixaram embarcar não sem antes atirar para a rua mais 400 doláres ( custou mais esta viagem, que vir de Lisboa até aqui), mas não havia nada a fazer e pelo menos em Bali não estamos a pagar hotel.

Chegamos assim a Bali exaustos, chateados, irritados e ainda tivemos que negociar um táxi até Sanur com os aldrabões dos táxis.

Pelo caminho a raiva começa a dissipar-se pela beleza deste país e quando entramos na nossa Villa tudo ficou para trás.

Uma tipica casa Balinesa em roda de um jardim e de uma piscina fantástica.

Saimo spara jantar e a felicidade é plena num pequeno Warung com pratos a 1€, quem diz que isto não é o paraíso tem um conceito de paraíso diferente do meu. A comida é deliciosa como só a comida Indonésia sabe ser e que tantas saudades tenho quando estou em Portugal. Comemos quase sem falar e a lamber os dedos no fim. Os miúdos só diziam, gosto disto, muito bom.IMG_4134 (480x640)

IMG_4138 (480x640)Acabamos a noite com uma massagem de 40 minutos por 3€ e a fazer compras para o pequeno almoço de 8 dias por 6€.

Chegamos à villa e fiquei tranquilamente a ler até às 2 da manhã no nosso jardim ….

 

 

 

Dili últimos dias em Timor

Timor é realmente um país difícil de viajar assim resolvemos antecipar a nossa ida para Bali por diversas razões: custo de vida 10 vezes mais baixo e é impressionante pois são países que estão lado a lado, dificuldade de viajar em Timor ( aluguer de carro carissimos e transportes públicos maus e nada de fiar).

Assim resolvemos deitar mais uma vez dinheiro à rua e antecipar a viagem a bali o que nos custou 400 dólares, mas a verdade é que mais 8 dias aqui nos ira custar só em carro 1 000 dólares e hotéis por menos de 60 dólares é impossível de encontrar.IMG_4103 (640x480)

Em Bali arranjamos mais uma troca de casa o que nos permite estar estes 8 dias numa villa linda em Sanur por custo 0, e de um luxo impossível de imaginar.

Aproveitamos os últimos dias em Dili para explorar os restaurantes junto à praia de Areia branca onde o destaque vai para o Papaya, magnifico restaurante que junta libanês com tailandês mesmo dentro da praia, a não perder.

Visitamos também a Chega exibition que está situada numa antiga prisão e relata todos os massacres que se viveu em Timor dos 24 anos da invasão Indonésia, uma visita de arrepiar.IMG_4080 (640x480)

Fomos também ao museu da Revolução um fantástico museu com toda a história de Timor muito bem retratada.

IMG_4077 (640x480)Ambos os museus são de sair de lá a tremer com todas as histórias horríveis de tortura e morte dos Indonésios aos Timorenses e tudo isto com o mundo todo a ignorar durante 24 anos o que se passava neste país que tem a desgraça de estar tão longe de tudo.

Estima-se que nestes 24 anos morreu 1/3 da população e isto foi há menos de 15 anos.

IMG_4094 (640x480)Visitamos também o Tais Market para comprar um Tais de lembrança e lembrar-me para sempre dos serões enrolada aos Tais em Topu Honis, depois de muita discussão conseguimos comprar  um por 18 dólares.IMG_3984 (640x480)

Passeiamos e deambulamos pelas ruas de Dili de forma a não perder nenhuma pitada, esbarramos com este cartaz que diz muito de Timor.

IMG_4104 (480x640)
interior normal de um táxi em Dili

Andamos e andamos de Táxi que é a única coisa barata em Timor e nada agressivo de negociar, mas o estado dos táxis é lastimável.

E assim me vou despedir com elevada nostalgia deste país que tanto mexeu com as minhas emoções; levo um Tais, uma boneca de Atauro e a recordação de um povo muito afável..